32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Arte + Agenda

Exposição sobre violência contra a mulher chega aos últimos dias em cartaz no Museu da Imagem e do Som do Ceará

quarta-feira, 08 de maio 2024

O Museu da Imagem e do Som do Ceará tem em cartaz pela última semana “O que não nos disseram”, exposição sobre mulheres que superaram situações de violência de gênero. Composta por retratos e relatos de 16 mulheres, a exposição está montada na praça do MIS e segue até domingo (12). O MIS integra a Rede Pública de Equipamentos Culturais da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, com gestão parceira do Instituto Mirante de Cultura e Arte.

Foto: Divulgação

O protagonismo que vem da força de 16 mulheres que romperam o ciclo de violência doméstica é tema da terceira edição da exposição fotográfica “O Que Não Nos Disseram”, em cartaz pela última semana no MIS. A mostra traz retratos e registros audiovisuais dessas mulheres realizados por 15 fotógrafas cearenses. Idealizada pela jornalista Andressa Meireles, a exposição dá destaque a histórias de ressignificação e força. O acesso é gratuito.

A exposição é uma experiência interativa e inclusiva. São 16 retratos gigantes (2,00m x 1,30m) que incorporam obras táteis, audiodescrição, tradução em Libras e legendagem para surdos e ensurdecidos, fruto de uma parceria entre o projeto, a Universidade Federal do Ceará (UFC) e a Universidade Estadual do Ceará (UECE).

Participam do projeto as fotógrafas Beatriz Souza, Byya Kanindé, Camila de Almeida, Débora Anacé, Delfina Rocha, Gabi Madeiro, Lia de Paula, Keli Pereira, Marcela Müller, Naya Oliveira, Rayane Mainara, Tainá Cavalcante, Tatiana Fortes, Thais Mesquita e Thayná Silveira.

“O Que Não Nos Disseram” vai além do registro fotográfico. É um projeto que lança luz sobre as diversas formas de violência contra a mulher, abordando não só a agressão física, mas também o abuso psicológico, moral, sexual e patrimonial, previstos na Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340). A proposta é discutir o tema sob a perspectiva das protagonistas do projeto.

Andressa Meireles, jornalista e idealizadora, compartilha sua jornada pessoal, marcada por um episódio de violência doméstica. Para ela, “O Que Não Nos Disseram” é uma oportunidade de ressignificação, uma forma de transformar a dor em força e amplificar vozes de outras mulheres que compartilham histórias parecidas, ainda que singulares.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com