32 C°

quinta-feira, 30 de junho de 2022.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Arte + Agenda

Últimas apresentações do espetáculo “Co.VIL” no Theatro José de Alencar

sábado, 14 de maio 2022

Com direção de Juliana Veras, a montagem tem dramaturgia desenvolvida e criada coletivamente pelo elenco, que fez parte do Curso Princípios Básicos de Teatro (CPBT), em 2019

Foto: Reprodução

O Theatro José de Alencar (TJA), equipamento da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult CE), gerido pelo Instituto Dragão do Mar (IDM), recebe neste sábado as últimas apresentações do espetáculo de teatro “Co.VIL”. A montagem tem direção de Juliana Veras, com dramaturgia desenvolvida e criada coletivamente pelo elenco, que fez parte do Curso Princípios Básicos de Teatro (CPBT), em 2019. A apresentação, com proposta itinerante, ocupa diversos espaços do equipamento, como o jardim, saguão, porão e também o palco principal. As sessões acontecem às 18h30 e 20h.

O espetáculo “Co.VIL” tem como objetivo fazer uma análise sobre a opressão velada das relações, com um olhar direcionado para as diferentes camadas da sociedade. Na sinopse, em um futuro pós-apocalíptico, onde a água é escassa, um coletivo de ratos-intérpretes explora poeticamente denúncias inflamadas, evocando temas político-sociais que são silenciados e invisibilizados no Brasil de hoje.

Para a diretora Juliana Veras, a premissa da peça é estabelecer um jogo cênico que envolve quem assiste, transportando o espectador para a cena, a fim de aguçar a sua capacidade reflexiva. “”Co.VIL” é uma vivência musical-teatral-ritual que nos leva ao êxtase dos questionamentos: o que diabos estamos fazendo com este planeta, a quem estamos obedecendo, o que estamos protegendo, o que precisa ser reconfigurado.” explica.

Parte da cenografia do espetáculo é composta por cerca de duas mil garrafas plásticas de água, coletadas pelo próprio elenco nas ruas do Centro de Fortaleza. As garrafas materializam na cena a própria poluição plástica da cidade, que se mistura às camadas poéticas do espetáculo.

Pré-pandemia
A segunda exibição de “Co.VIL” aconteceu em março de 2020, poucos dias antes de ser decretado lockdown na cidade de Fortaleza por conta da pandemia do novo coronavírus. A peça foi a última apresentação do Theatro José de Alencar antes do fechamento temporário imposto pela Covid-19.

“Estávamos aqui pouco antes da doença que nos tirou amigos, conhecidos e familiares fechar tudo, agora estamos voltando pouco depois das coisas terem acalmado e estarmos, aos poucos, voltando às nossas rotinas. Para nós, foi muito difícil ficar longe do teatro, por isso estamos muito animados para essa volta”, comenta Tayná Pantoja, atriz do elenco.

Neste fim de semana, será a quarta vez que o espetáculo estará em cartaz no TJA.

Serviço

Espetáculo “Co.VIL”

Sinopse: Em um bairro periférico de uma cidade apocalíptica, a vida e a esperança resistem. O lugar serve como descarga para o lixo proveniente do bairro central: uma bolha artificial de riqueza e consumo em meio a um mar de lixo e miséria. Ali, na sua sala de jantar, uma família celebra o natal.

Dias: 13 e 14 de Maio

Local: Theatro José de Alencar (Rua Liberato Barroso, 525 – Centro)

Sessões: 19h (sexta); 18h30 e 20h (sábado)

Duração: 45 min

Classificação indicativa: 14 anos

Ingressos: Vendas antecipadas no site da Sympla. Vendas na bilheteria do teatro (espécie/Pix) disponível uma hora antes de cada sessão.

https://www.sympla.com.br/espetaculo-covil__1563891

Protocolos: É obrigatória a apresentação do comprovante com o esquema vacinal completo contra a Covid-19, acompanhado de documento oficial com foto.

Mais conteúdo sobre:

Apresentação Espetaculos Theatro José de Alencar

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com