32 C°

terça-feira, 30 de novembro de 2021.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Ceará

Brasileiros escalados para olimpíadas no exterior

Dez estudantes terão a oportunidade de representar o Brasil em olimpíadas de astronomia no exterior. As competições em questão são as Olimpíadas Internacional de Astronomia e Astrofísica (IOAA, sigla em inglês) e Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA), que ocorrerão, respectivamente, na China e no Paraguai.

Tomaz Silva/Agência Brasil/Arquivo

Tomaz Silva/Agência Brasil/Arquivo

Representam o Brasil na 12ª IOAA os seguintes estudantes: Bruno Caixeta Piazza (18 anos, São Paulo, SP), João Gabriel Stefani Antunes (17 anos, Fortaleza, CE), Juventino José Férrer da Fonseca (18 anos, Recife, PE), Lucas Carrit Delgado Pinheiro (17 anos, Marília, SP), Sarah Leitão Melo (17 anos, Fortaleza, CE).

Já a equipe brasileira na 10ª OLAA conta com Caio Nascimento Balreira (17 anos, Fortaleza, CE), Gabriel Gandra Prata Gonçalves (18 anos, Vitória, ES), Katharine Emanuela Klitzke (17 anos, Fortaleza, CE), Luan de Souza Santos (16 anos, São Paulo, SP) e Vinicius Rodrigues de Freitas (18 anos, Fortaleza, CE).

Para chegar a esse grande feito, os jovens passaram por um longo processo de provas. Tudo começou em 2017, com a realização da 20ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), que reuniu 661.359 estudantes de 7.291 escolas de todos os estados do Brasil e do Distrito Federal, além da colaboração de 54 mil professores. Após a OBA, veio a primeira fase, que foi online: mais de 3 mil estudantes do Ensino Médio de escolas públicas e particulares de todo o país participaram de três provas na plataforma AstroEducadores, desenvolvida pelo Observatório Nacional (ON) em parceria com o Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST). Dessa etapa, 100 classificaram-se para uma seletiva presencial realizada em março de 2018 na cidade de Barra do Piraí, interior do Rio de Janeiro.  Neste ano, as seletivas contaram com a participação do medalhista de bronze na IOAA de 2017, realizada na Tailândia, o cearense Vinicius Azevedo dos Santos, que falou sobre a experiência internacional e deu dicas aos estudantes.

– Dentre os 100 alunos, selecionamos 24, os quais foram reunidos em duas ocasiões em Vinhedo (SP), para baterias de provas e palestras. Dos 24 selecionamos cinco que representarão o Brasil na 12ª IOAA, cinco que irão para a 10ª OLAA e os demais vão integrar a equipe reserva. A fase final teve cinco provas, sendo duas teóricas sobre Astronomia e Astrofísica, uma de reconhecimento do céu real e manuseio de telescópios, outra de planetário utilizando o planetário digital da OBA e prova de lançamento de foguetes de garrafas PET – explica o Dr. João Batista Garcia Canalle, coordenador nacional da OBA.

Os jovens agora participarão de uma grande preparação com astrônomos e especialistas entre os dias 2 e 7 de setembro no município de Vinhedo, no interior de São Paulo. Os encontros serão divididos em grupos de estudos, oficinas de atividades, como manuseio de telescópio e construção e lançamento de foguetes feitos com garrafa pet (que podem chegar a até 300 metros de distância), e observação do céu noturno com instrumentos e de forma panorâmica, a olho nu e com planetário digital inflável.

Eventos internacionais

A 12ª IOAA vai acontecer na cidade de Pequim, na China, em novembro. Na edição anterior, que foi na Tailândia, o Brasil obteve um resultado histórico: uma medalha de prata, duas de bronze, duas menções honrosas e um prêmio especial.

E a 10ª OLAA será na cidade de Ayolas, no Paraguai, em outubro. Em 2017, o Chile sediou o evento e a equipe brasileira conquistou o 1º lugar no quadro geral de medalhas, com quatro de ouro e uma de prata.

Ao todo, o Brasil já conquistou dezenas de medalhas em olimpíadas no exterior ligadas às astronomia e ciências afins.

  Organização 

A OBA é coordenada por uma comissão formada por membros da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e da Agência Espacial Brasileira (AEB). Em 2018, ela chegou à sua 21ª edição, da qual sairão os representantes de 2019.

Atualizado por Natasha Ribeiro
natasha@oestadoce.com.br
Fonte: Assessoria de Imprensa

Mais conteúdo sobre:

Astronomia Competição Olimpíadas

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com