32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Ceará

Garçom suspeito de matar vereador em Camocim tem prisão preventiva decretada

segunda-feira, 29 de abril 2024

Nesta segunda (29), o garçom Antônio Charlan Rocha Souza, suspeito de matar o vereador César Araújo Veras em Camocim, teve a prisão em flagrante convertida em preventiva. O caso aconteceu no último domingo (28), durante a ação, o garçom também esfaqueou outras duas pessoas. A decisão saiu após audiência de custódia realizada pelo 5º Núcleo Regional de Custódia e de Inquérito com sede em Sobral.

Foto: Reprodução

No auto de prisão em flagrante, consta que o garçom trabalhava há 13 anos no estabelecimento e conhecia as três vítimas, no entanto, não tinha desavenças com nenhuma delas. A faca utilizada no crime pertencia à cozinha do restaurante.

Segundo o suspeito, em depoimento, ele afirmou que enquanto tomava água, avistou a arma do crime. Depois disso, se dirigiu até as vítimas e iniciou os esfaqueamentos. Ele também informou que só se lembrou do que havia feito quando foi parado pelos policiais.

Após a decisão do Ministério Público do Estado (MPCE) que requereu a conversão da prisão em flagrante para preventiva, a defesa do garçom, pediu a instauração de um incidente de insanidade mental para o suspeito. 

O juiz Victor Nogueira Pinho, responsável pela manutenção da prisão do suspeito, destacou que “a manutenção do flagrante em liberdade traz sérios riscos à ordem pública, ante a ameaça concreta de reiteração delitiva, revelada a partir do modo em que se desenvolveu o fato criminoso”.

Além disso, o magistrado também ressaltou que, embora o autuado seja réu primário e portador de bons antecedentes, “não verifico que tal condição seja suficiente para afastar a medida cautelar da prisão preventiva”.

Mais conteúdo sobre:

Camocim crime garçom suspeito vereador assassinado

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com