32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Ceará

Sob gestão do secretário Renato Pinheiro, educação em Milhã volta a ocupar o 3º lugar no ranking nacional do Ioeb

terça-feira, 02 de abril 2024

O Ceará volta a ser destaque no Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (Ioeb), com o município de Milhã ocupando a terceira posição. O relatório, que acaba de ser divulgado pela organização Roda Educativa, antiga Comunidade Educativa Cedac, mostra que o indicador 6,7 alcançado em 2021 foi mantido em 2023, ficando acima do indicador no Ceará (5,5) e no Brasil (5,1) no ano passado. Esse compromisso do secretário Renato Pinheiro com os alunos da educação infantil e do ensino médio, vem chamando a atenção de municípios cearenses e até de outros estados, que passaram a fazer intercâmbio em Milhã.

Distante 300 quilômetros da capital cearense, Milhã tem sido referência não apenas para Sobral, Morada Nova, Pacoti, Jucás, Senador Pompeu e Mombaça, mas para estados como Mato Grosso do Sul, que enviou educadores ao município por duas vezes por considerá-lo exemplo no país. O secretário Renato Pinheiro não tem medido esforços na formação dos alunos, garantindo um incremento de 18% no orçamento da pasta, que nos últimos três anos chegou ao montante de R$ 73 milhões, entre verbas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e recursos próprios.

Entre os resultados alcançados, destaque para o índice de aprovação que chegou a 99,9% nos anos iniciais e de 98,2% nos anos finais em 2022, com grande expectativa de repetir esse feito em 2023, cujo anúncio está previsto para acontecer até o próximo mês de maio. Além da valorização dos professores e da construção, reformas e ampliações das escolas, Renato Pinheiro, com o apoio do prefeito Alan Macêdo, investiu na modernização das salas de aula; nos laboratórios de informática e ciências; nas bibliotecas; nas quadras esportivas e na acessibilidade. Esses são alguns dos atrativos que tornaram o ambiente de ensino mais propício à aprendizagem e ao desenvolvimento dos jovens cearenses.

Nas sete escolas municipais estão matriculados, hoje, 2.229 alunos. Para o secretário da pasta em Milhã, Renato Pinheiro, “a confiança da população na qualidade da educação ofertada fez crescer essa procura nos últimos anos”. Somente na educação infantil (creche e pré-escola), de 446 matrículas em 2013 saltou para 810 em 2022, representando um aumento de 81,64%. Já no ensino fundamental, eram 2.410 matrículas em 2013 e em 2022 subiu para 2.831, um aumento de 17,47%. “A ampliação da oferta de vagas, aliada à qualidade da educação e à valorização das creches e pré-escolas, também reforçam o nosso compromisso com uma área tão importante para a vida de todo o cidadão”, acrescenta o secretário.

Separados por quase 373 quilômetros, Sobral enxerga Milhã como referência na educação. O secretário da pasta naquele município, Hebert Lima, reconhece o compromisso com os alunos não apenas de lá, uma vez que Renato Pinheiro compartilha o seu trabalho com outros municípios cearenses e também de outros estados. “Nós acompanhamos a série de ações, reformas, iniciativas e projetos realizados por ele ao longo dos últimos três anos que foram fundamentais para garantir, não só a qualidade, mas, acima de tudo, o desenvolvimento da aprendizagem e a oferta do ensino público”. Para Hebert, Renato Pinheiro vem fazendo um trabalho de excelência e alcançando importantes indicadores nacionais ao longo da gestão.

Para o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação – Seccional Ceará, professor José Marques Aurélio de Souza, tem sido muito importante o conhecimento que o secretário da Educação de Milhã tem compartilhado na entidade. “Nossa gratidão ao trabalho de Renato Pinheiro enquanto Undime, compartilhando conhecimento com outros municípios e até outras regiões do país”. Por duas vezes fazendo intercâmbio em Milhã, o secretário da Educação de Deodápolis, em Mato Grosso do Sul, Adriano Pimentel, acrescentou que o município inspirou o MS Alfabetiza no estado. “Hoje, o MS Alfabetiza vem dando apoio aos municípios de Mato Grosso do Sul. Inclusive, a partir dessa parceria conquistamos o quarto lugar entre as melhores escolas do estado”, comemora.

Conhecida como a Terra do Leite, Milhã tem sido destaque nacional na educação. Entre 2013 e 2021, o município registrou um crescimento significativo no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica nos anos iniciais (42,86%) e nos anos finais (38,46%). O IDEB de Milhã (CE) superou a média estadual e nacional nos dois níveis de ensino, posicionando-o como referência em qualidade educacional. “Nós reconhecemos e ficamos felizes com esse progresso, no entanto, temos a consciência de que ainda há espaço para aprimorar o desempenho e alcançar a meta nacional de 6,0 para os anos iniciais e 5,5 para os anos finais do ensino fundamental ainda neste ano”, pontuou Renato Pinheiro.

Iniciativas próprias ou em parceria com os governos (estadual e federal), além de instituições nacionais e até internacionais, são outro diferencial da Secretaria da Educação de Milhã na implementação de diversas políticas públicas inovadoras. Entre elas, destaque para o Programa de Alfabetização na Idade Certa; Programa Mais Educação; Programa Escola Aberta; Programa de Transporte Escolar; Política de Tempo Integral na Educação Infantil e no Ensino Fundamental; Primeira Escola Bilíngue; Projeto Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP); Programa AABB Comunidade; Programa Saúde na Escola; e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), entre outros.

No caso do PNAE, o secretário Renato Pinheiro destacou a importância de valorizar a agricultura familiar local, principal fonte de renda do município. Em 2022, por exemplo, 80% dos recursos da merenda escolar foram destinados para eles, percentual superior ao exigido pelo programa, que é de 30%. Com esse incremento, o município aumentou em 168,17% o aporte de recursos na agricultura de Milhã. Já JEPP, uma parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) que foi implementado há três anos, incentiva os alunos no empreendedorismo por meio de aulas teóricas e práticas. Os produtos produzidos em sala são comercializados pelos próprios alunos durante eventos organizados pela Secretaria da Educação.

Com uma visão global sobre a educação, diversas outras iniciativas em Milhã merecem destaque. Entre elas: criação da carteirinha de estudante para os universitários do município; climatização em 70% das escolas; criação do projeto Leitura em Movimento, que incentiva a escrita literária, apoia escritores locais e amplia a quantidade de leitores no ambiente escolar; seleção e contratação de equipe multidisciplinar (psicólogo, pedagogo e assistente social); incentivo às feiras culturais e científicas; e até um Clube da Robótica, que visa despertar a curiosidade nos alunos da educação infantil (cinco anos) e das turmas do ensino integral (1º ao 5º ano e 9º ano). “A educação de Milhã prioriza a modernização das nossas instituições para oferecer mais qualidade no ensino, que deve sempre acompanhar a qualidade e estar em sintonia com a evolução que acontece no mundo”, concluiu o secretário.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com