32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Economia

Balança comercial registra superávit de US$ 9,041 bi em abril

quinta-feira, 09 de maio 2024

Muito embora tenha ocorrido queda de preços de produtos como a soja, o ferro e do petróleo, o superávit da balança comercial brasileira foi positivo e subiu no quarto mês do ano, período em que o país exportou US$ 9,041 bilhões a mais do que importou. Os dados foram divulgados nessa quarta-feira (08/05), pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC). Segundo a pasta, o resultado representa aumento de 13,7% em relação ao mesmo mês do ano passado. Além disso, o montante é o segundo melhor desempenho para meses de abril, só perdendo para o recorde observado em 2021 (US$ 9,963 bilhões).
Com isso, a balança comercial acumula superávit de US$ 27,736 bilhões nos quatro primeiros meses do ano, sendo o maior resultado para o período desde o início da série histórica (1989). O valor representa alta de 17,7% em relação aos mesmos meses do ano passado.
Em relação ao resultado mensal, as exportações cresceram em ritmo maior do que as importações. Em abril, o Brasil vendeu US$ 30,92 bilhões para o exterior, avanço de 5,7% em relação ao mesmo mês de 2023. Além disso, as compras do exterior somaram US$ 21,879 bilhões, o que representa alta de 2,2%.
Do lado das exportações, o aumento no volume de petróleo, açúcar e de combustíveis foram os principais motivos para o avanço, e ajudou a compensar a queda na exportação de soja. Já com relação às importações, o recuo nas aquisições de fertilizantes e derivados e de compostos químicos foi o principal responsável por conter a alta nas compras externas.

Commodities
Após baterem recorde em 2022, o preço das commodities recuou. O minério de ferro, por exemplo, que vinha subindo, caiu em razão da desaceleração econômica da China, país que é o principal comprador. No mês passado, o volume de mercadorias exportadas subiu 22,5%, puxados pelo maior número de dias úteis e pelo petróleo, enquanto os preços caíram 6,8% em média na comparação com o mesmo mês do ano passado. Nas importações, a quantidade comprada subiu 24,8%, impulsionada pela recuperação da economia, mas os preços médios recuaram 8,1%.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com