32 C°

sexta-feira, 21 de janeiro de 2022.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Economia

Black Friday 2021 deve movimentar economia em R$ 5 bi

A Black Friday está chegando (dia 26 de novembro) e a expectativa é de movimentação e aquecimento para a economia brasileira. Segundo projeção da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), há expectativa de movimentação financeira de R$ 5 bilhões, com a adesão de 80% dos shoppings do Brasil, o que representará aumento de 21% nas vendas neste final de ano. O valor representa aumento de 27,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

Além disso, pesquisa realizada pela Méliuz, plataforma que disponibiliza cupons de descontos de lojas online, constatou que mais de 70% dos consumidores pretendem realizar compras no período de Black Friday. Do total, 17,3% vão aproveitar a data para antecipar as compras de Natal.

“Com a demanda forte e o comércio aquecido nos últimos meses, a tendência é que esse cenário seja intensificado na Black Friday, mesmo com a retomada lenta da economia, mas a população está voltando a consumir e a circular. Os setores também estão voltando a contratar, o que gera emprego e renda, além de aumentar a confiança do comércio. A expectativa é de mais movimentação nesse ano se comparado ao ano passado também em razão da forte demanda reprimida”, avaliou o economista Wandenberg Almeida, conselheiro do Conselho Regional de Economia do Ceará (Corecon-CE).

A pesquisa demonstrou ainda que o consumidor está disposto a aproveitar as ofertas da Black Friday, pois 24,5% pretendem gastar entre R$ 1.000 a R$ 2.999,00, enquanto outros 17,1% não têm limite de gasto. Quanto à forma de pagamento, 74% farão compras parceladas no cartão de crédito, 27,3% à vista no cartão de crédito e 11,5% farão as transações via Pix.

Pesquisar preços e não comprar por impulso são algumas dicas para que o consumidor evite problemas financeiros. Para a professora da ESPM Cristina Helena Pinto de Mello, é preciso ter calm ana hora da compra e apostar na pesquisa de preço. “Estamos no ambiente digital. A velocidade é muito rápida o que coloca o consumidor em situação de impulso, o que leva a tomar decisões que nem sempre são adequadas. É importante ir às compras com lista de necessidade e expectativa de quanto quer gastar. Preparando assim, a chance de ceder a uma oferta reduz. Fazer uma pesquisa de preços é fundamental, há sites especializados só nessas pesquisas”, disse.

Sites para monitorar preços

• Alguns portais têm históricos de até seis meses dos preços dos produtos, o que permite ao consumidor efetuar pesquisa das promoções e identificar eventuais fraudes. Além disso, oferecem o serviço de aler-ta, no qual o consumidor pode pedir para ser avisado quando um preço for atingido no comércio eletrônico. Confira alguns.
Bondfaro
https://www.bondfaro.com.br/
Buscapé
https://www.buscape.com.br/
Zoom
https://www.zoom.com.br
JáCotei
https://www.jacotei.com.br

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com