32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Economia

Caminhos para enfrentar os desafios do primeiro emprego

segunda-feira, 01 de abril 2024

Apontada como um dos principais anseios da população jovem, a conquista do primeiro emprego também desponta como um grande desafio enfrentado pelas políticas públicas de inserção no mercado de trabalho. O Dia Mundial da Juventude, comemorado neste sábado (30), surge como uma oportunidade importante para fortalecer o debate acerca da inclusão dos trabalhadores de até 29 anos no mercado.
Segundo dados da Pnad Contínua, divulgados na sexta-feira (22), em 2023, 19,8% dos jovens entre 15 a 29 anos não estavam ocupados nem estudando. Num recorte por gênero, a pesquisa revela que 14,2% pertencem ao sexo masculino e 25,6% são mulheres.
A necessidade de trabalhar desponta como o principal motivo da evasão escolar entre homens e mulheres.
Desafios
“Muitas iniciativas vêm sendo tomadas pelo governo para ampliar as oportunidades para os jovens, com capacitação, ensino técnico profissionalizante, incentivo ao empreendedorismo, projetos de aprendizagem profissional, entre outros. É preciso compreender a fundo a conjuntura do desemprego e transformar as adversidades em objetos de formulação de políticas públicas e privadas para transformar essas estatísticas, combatendo as desigualdades sociais e promovendo o acesso ao trabalho digno com salário justo e garantias sociais”, explica o secretário do Trabalho, Vladyson Viana.
Segundo o presidente do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho, Raimundo Angelo, o órgão atua na criação de alternativas para a ampliação de vagas para o primeiro emprego.
De acordo com dados da Base de Gestão da Intermediação de Mão de Obra, do Ministério do Trabalho, no período de 2020 a 2024, cerca de 178 mil ofertas sem exigência de experiência prévia na função foram captadas pelo IDT/Sine. No mesmo período, 117.070 trabalhadores tiveram acesso a uma oportunidade no mercado por meio da intermediação de mão de obra realizada pelas unidades de atendimento em todo o estado.
Dados do Diagnóstico da Inserção dos Jovens no Mercado de Trabalho do Ipea/OIT em 2020 apontam que o nível de exigência dos empresários para contratações é um dos fatores que contribuem para uma maior duração do desemprego entre os jovens que buscam o primeiro emprego.
“Trabalhamos arduamente para garantir oportunidades para todos, sem distinção. Os grupos mais vulneráveis socialmente e que historicamente enfrentam mais barreiras no acesso ao mercado exigem medidas específicas de atuação. E é nossa missão desenvolver estratégias contundentes contra o desemprego e por uma política de geração de emprego e renda que contemple a todos que buscam pelos nossos serviços”, ressalta Raimundo Angelo.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com