32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Economia

Descontos do Desenrola Pequenos Negócios chegam a 90%

terça-feira, 02 de julho 2024

O programa Desenrola Pequenos Negócios já renegociou dívidas no valor de R$ 2,12 bilhões até a última semana, um aumento de 26% em relação à semana anterior, envolvendo 60 mil contratos. Os dados são da Federação Brasileira de Bancos (Febraban). A iniciativa é voltada a Microempreendedores Individuais (MEIs) e micro e pequenas empresas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões, permitindo a renegociação de dívidas bancárias diretamente com as instituições financeiras. As condições oferecidas incluem descontos de até 90% e parcelas mensais a partir de R$ 10.


Os bancos participantes incluem Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú, Santander, Sicredi e Mercantil do Brasil, que representam 73% da carteira de crédito de micro e pequenas empresas no país. São Paulo lidera em número de contratos renegociados, com 14,7 mil contratos, totalizando R$ 469 milhões, enquanto o Acre tem o menor número, com 127 contratos e R$ 7,3 milhões. Empresas do setor de serviços são as mais endividadas, seguidas pelo comércio e indústria, de acordo com a Serasa Experian.


Para aderir ao programa, os empresários podem usar aplicativos, internet banking, telefone, WhatsApp ou ir diretamente às agências bancárias e escritórios conveniados. O Banco do Brasil oferece até 20% de desconto nas taxas de juros e até 96% na liquidação à vista, com prazos de até 120 meses. O Itaú ajusta condições conforme o perfil do cliente e o valor da dívida, enquanto o Santander proporciona descontos, juros reduzidos e parcelas mínimas de R$ 10, com até 120 meses para pagamento. O C6 Bank também oferece redução de até 95% e prazos de até 72 meses, com suporte disponível 24h por chat no aplicativo ou telefone.

Quem participa?
Podem participar do programa, que vai até 31 de dezembro de 2024, microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte com faturamento anual de R$ 4,8 milhões podem participar do Desenrola Pequenos Negócios. Apenas dívidas com instituições financeiras poderão ser negociadas, sem restrição ao tempo de atraso e a valores. As dívidas precisam ter atrasados de ao menos 90 dias.


O Banco do Brasil oferece descontos de até 20% nas taxas de juros, o Itaú varia de acordo com o perfil do cliente e o valor da dívida, e o Santander disponibiliza descontos, juros reduzidos e prazos maiores. A Febraban orienta que os interessados busquem informações nos canais oficiais de atendimento das instituições financeiras e não aceitem ofertas fora dessas plataformas. Além disso, alerta para não aceitar propostas de envio de valores antes da formalização do contrato de renegociação.

Cautela
O Sebrae enfatiza a importância de uma preparação cuidadosa para o pagamento das dívidas antes de aderir ao programa Desenrola Pequenos Negócios. De acordo com o órgão, é essencial que os empreendedores façam uma análise interna detalhada, considerando os custos operacionais e as expectativas de receita da empresa. A decisão de participar da renegociação deve ser tomada com base na capacidade financeira real da empresa, assegurando que as condições oferecidas sejam sustentáveis no longo prazo.
Por outro lado, a Febraban ressalta que Microempreendedores Individuais (MEIs), microempresas e pequenas empresas interessadas em renegociar suas dívidas através do Desenrola devem obter informações exclusivamente pelos canais oficiais de atendimento das instituições financeiras participantes. A Federação adverte contra aceitar propostas que envolvam transferências de valores para terceiros, visando garantir condições mais favoráveis na renegociação das dívidas. Apenas após a formalização do contrato de renegociação é que os débitos podem ser debitados das contas dos clientes, conforme acordado nas datas estabelecidas.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com