32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Economia

Economistas projetam aumento da inflação, mas mantêm Selic sem cortes

terça-feira, 25 de junho 2024

Economistas consultados pelo Banco Central confirmaram a projeção da taxa Selic em 10,5% até o fim deste ano, após o Copom decidir interromper os cortes e manter a taxa nesse nível. Isso indica que não se espera mais reduções na taxa de juros ao longo de 2024.
Por outro lado, analistas revisaram para cima suas estimativas tanto para a inflação quanto para o Produto Interno Bruto (PIB), de acordo com o boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (24). A decisão unânime do Copom na semana passada, de manter a Selic em 10,5%, foi criticada pelo presidente Lula, que sugeriu que a substituição do presidente do BC ao final do ano trará “normalidade” à política monetária do país.
Os analistas já esperavam que o Copom encerrasse o ciclo de cortes na Selic, conforme antecipado em previsões da semana passada. Eles agora projetam que a inflação feche 2024 em 3,98%, um aumento de 0,02 ponto percentual em relação às expectativas anteriores.
A previsão para o IPCA tem sido revisada para cima nas últimas sete semanas consecutivas. Em contraste, a expectativa para o crescimento do PIB subiu ligeiramente para 2,09%, um aumento de 0,01 ponto percentual em relação à semana anterior. Não se espera alterações significativas nas projeções para os anos seguintes, mantendo o PIB estável em 2% até 2027.
Quanto à taxa de câmbio, a previsão para o dólar em 2024 aumentou pela segunda semana consecutiva, chegando a R$ 5,15, mesma previsão mantida para 2025 e 2026. O boletim Focus, divulgado semanalmente pelo Banco Central, compila as opiniões de economistas do mercado.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com