32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Economia

Mercado projeta aumento da inflação para 2024

terça-feira, 11 de junho 2024

Segundo a publicação semanal do boletim Focus, realizada pelo Banco Central (BC), a estimativa para o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) deste ano é de fechamento em 3,9%, representando um leve aumento de 0,02 pontos percentuais em relação à semana anterior. Este incremento marca a quinta elevação consecutiva do índice.
O documento também revela que, apesar de as projeções de longo prazo para o IPCA serem ajustadas para cima em 2025, com um acréscimo de 0,01 pontos percentuais, fechando o ano em 3,78%, as estimativas para 2026 e 2027 se mantêm em 3,60% e 3,50%, respectivamente. A meta central de inflação estipulada para 2024 até 2026 é de 3,00%, com uma margem de tolerância de 1,5 pontos percentuais, para mais ou menos.
Em relação à Selic, o relatório informa que a projeção para 2024 se mantém em 10,25%, enquanto a taxa básica de juros para o próximo ano foi revisada para 9,25%, subindo de 9,18%, um incremento de 0,07 pontos percentuais. A previsão para 2026 e 2027 é de uma Selic a 9%. Recentemente, a taxa foi ajustada para 10,50%, após a sequência de seis reduções de 0,50 pontos percentuais, seguidas por um corte mais moderado de 0,25 pontos percentuais.
Quanto ao Produto Interno Bruto (PIB), após três semanas de previsões estagnadas, a projeção para o crescimento deste ano foi revisada para 2,09%, com um ajuste de 0,04 pontos percentuais. Para os próximos três anos, a expectativa se mantém em 2,00%. No campo do câmbio, não foram registradas mudanças nas expectativas para este ano, com a paridade do dólar projetada para fechar em R$ 5,05. Para 2025, espera-se que a moeda americana termine o ano em R$ 5,09, um aumento de R$ 0,04.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com