32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Economia

Ministério da Pesca deverá combater crise dos alimentos

quarta-feira, 30 de julho 2008

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou ontem, em Salvador, o protocolo de intenções para criação do Ministério da Pesca. Na prática, trata-se de uma evolução da Secretaria Nacional da Pesca, que atua na área. O deputado cearense Dedé Teixeira, político bastante ligado à pesca e que já integrou a Secretaria, marcou presença na cerimônia.Na avaliação do representante cearense, o Ministério da Pesca será de fundamental importância para o desenvolvimento do setor, pois irá possibilitar o aumento da produção de pescado no País, contribuindo de maneira decisiva para o combate à crise mundial de alimentos que estamos enfrentando.

Teixeira lembrou que a Secretaria Nacional da Pesca contava com orçamento de cerca de R$ 200 milhões e, com a criação do ministério, esse volume de recursos deverá crescer cerca de sete vezes mais, permitindo o desenvolvimento de ações que poderão fazer a diferença para a pesca brasileira.

“O ministério vai permitir o desenvolvimento de uma cadeia produtiva importante, uma vez que estamos vivendo uma crise mundial de alimentos”, destacou, acrescentando que a demanda do pescado é crescente e que a FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) alerta que nos próximos 15 anos a demanda de pescado vai ser de 25 de toneladas/ano.

O parlamentar considera que o Brasil reúne condições de atender parte dessa demanda, em razão de possuir um grande potencial ainda não explorado. “O cultivo é o futuro de qualquer atividade pesqueira e havendo pesquisa e investimento público e privado, o Brasil dará uma grande contribuição ao segmento da pesca”, justificou.

Para mostrar que a pesca é a bola da vez no Brasil, no que diz respeito a produção, Dedé Teixeira informou que vários órgãos federais atuam hoje na área, citando como exemplo o Ibama , Codevasf, Dnocs e Ceape.

“Criou-se a Secretaria Nacional da Pesca, mas não foi dada competência para agir no desenvolvimento. Agora, isso será possível com a criação do Ministério da Pesca, que terá dotação orçamentária em torno de R$ 1,7 bilhão”, completou.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com