32 C°

quinta-feira, 5 de agosto de 2021.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Economia

Nova forma de pagamentos deve se firmar em três anos

quinta-feira, 17 de junho 2021

Possibilitado pela tecnologia de Comunicação por campo de proximidade (CCP), ou do inglês, Near Field Communication (NFC), o pagamento por aproximação, segundo especialistas, deve se consolidar em todo o Brasil dentro de três anos. A Mastercard, por exemplo, revelou que, entre janeiro e dezembro do ano passado, superou a marca de 330 milhões de transações utilizando a modalidade, dado que representa uma alta de, aproximadamente, 300% de operações deste gênero em comparação com 2019. Número já superado, pois, este ano, a empresa apontou a identificação de 1 bilhão de transações a mais do que no mesmo período de 2020.

FOTO DIVULGAÇÃO



Dentre os fatores que motivaram o aumento, destaca-se a pandemia de covid-19, período em que empresas e consumidores estão priorizando recebimentos e pagamentos sem que haja um contato direto entre pessoas e objetos, como as máquinas de cartão. Na Capital cearense, conforme o Sindicato dos Lojistas de Fortaleza (Sindilojas), alguns estabelecimentos já utilizam a tecnologia. Tendência que o presidente do Sindilojas, Cid Alves, disse já ter visto, há três anos, nos Estados Unidos. “Em 2018, eu já acompanhava essa metodologia de pagamentos na Feira do Varejo, em Nova Iorque. Atualmente, aqui em Fortaleza, já existem inúmeros comércios que fazem uso desse tipo de transação ”, relembrou.

Novidade em solo cearense, a tecnologia permite que várias instituições financeiras já ofereçam aos clientes a possibilidade de pagar por meio da aproximação de dispositivos como celular, relógio, pulseira ou cartão, entre outras maneiras. Após a aproximação do cartão, de crédito ou débito, a máquina recebe a informação e faz uma captura dos dados, sem a necessidade de informar a senha.

Para o empresário João Marcelino Viana, a medida otimizou bastante o atendimento em seu comércio. “Aqui no mercantil, as pessoas parabenizam pela agilidade no atendimento, pois não precisam ficar esperando tanto nas filas. Os clientes e nós estamos bastante satisfeitos com o serviço. Além disso, com o pagamento por aproximação, não há a necessidade de colocar senha e, muito menos, de ficar procurando o papelzinho onde está anotada”, brincou.

Precaução
Apesar da praticidade, Alves alertou que é preciso que o consumidor esteja muito atento ao pagar suas contas por aproximação. Visto que, ainda segundo ele, já houve relato de fraudes como clonagem de cartões ou, até mesmo, subtração do limite de valores, pois há “pessoas que se especializam em captar os dados” e, a partir disso, conseguem transferir o montante da conta das vítimas.

“Apesar do mecanismo não funcionar com o cartão a mais de 20 cm de distância das máquinas, ouvi reclamações de crimes envolvendo cartões de crédito devido ao pagamento por aproximação, com os dados sendo capturados pelas maquinetas e utilizados para desviar o limite existente nos cartões”, explicou.

Ele apontou que esse é um dos principais obstáculos enfrentados por empresas que implementam a modalidade de pagamento por aproximação, tendo em vista a resistência dos clientes. Contudo, o presidente do Sindilojas acredita que a consolidação dessa medida é questão de tempo para que os consumidores se “acostumem” com a inovação.
“Outros avanços poderão surgir a partir dessa tecnologia, como controle de estoque com maior nível de segurança. É questão de tempo que todo o sistema de pagamento no varejo seja assim”, avaliou. (Por Eudes Viana, sob a supervisão dos editores de Economia)

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com