32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Economia

Preço ao azeite sobe quase 50% e vira artigo de luxo

sexta-feira, 28 de junho 2024

O preço do azeite de oliva no Brasil aumentou significativamente no último ano, registrando uma alta de quase 50%. Segundo dados do IBGE para maio, essa variação coloca o azeite como um dos produtos com maior aumento de preço, atrás apenas de itens como cebola, tangerina e batata-inglesa, que lideram o ranking de inflação no período.
Em dezembro de 2022, o preço médio do azeite era de aproximadamente R$ 27, conforme pesquisa do Procon-SP. Um ano depois, esse valor subiu para cerca de R$ 42, com algumas lojas chegando a marcar R$ 49 nas prateleiras. Em resposta a essa escalada de preços, redes de supermercados como Extra e Pão de Açúcar começaram a adotar lacres antifurto nos recipientes de azeite em suas unidades na capital paulista, uma medida para mitigar possíveis perdas financeiras.
Funcionários relataram que inicialmente apenas os produtos mais caros eram protegidos, mas agora todos os frascos de vidro estão sendo lacrados como medida de precaução. Em contrapartida, algumas lojas optaram por reforçar a segurança com mais pessoal para monitorar as prateleiras, como observado em uma unidade do Mambo em São Paulo.
Em alguns mercados do país, por exemplo, o azeite passou a ser trancado na chave, exigindo a intervenção de um funcionário para a compra. Essas medidas refletem a necessidade do varejo em proteger um produto cujo aumento de preço está diretamente ligado à baixa produção nacional e à dependência significativa de importações, sujeitas a flutuações externas. O Brasil, que consome aproximadamente 100 milhões de litros de azeite por ano, produz apenas 0,6% dessa demanda, o que amplia a vulnerabilidade do mercado interno a fatores externos. A situação atual indica que a instabilidade nos preços do azeite pode persistir nos próximos anos, conforme apontam especialistas do setor.
O aumento dos preços do azeite ocorre em razão da terceira estiagem consecutiva na Espanha, maior produtor mundial de óleo de oliva. Supermercados do país europeu também estão trancando, com correia, chave e cadeado, os vidros do produto.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com