32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Economia

SVR: R$ 8,4 bilhões estão esquecidos e disponíveis para saque

segunda-feira, 08 de julho 2024

O Banco Central revelou que ainda estão pendentes de saque cerca de R$ 8,4 bilhões em recursos esquecidos no sistema financeiro nacional, segundo anunciou o Banco Central. Através do Sistema de Valores a Receber (SVR), instituições financeiras disponibilizaram um total de R$ 15,49 bilhões para resgate, dos quais apenas R$ 7,13 bilhões foram efetivamente recuperados até o momento.
Os dados atualizados do SVR, com informações referentes a dois meses atrás, indicam que 21.266.542 correntistas já recuperaram valores esquecidos. Apesar do marco de 21 milhões de resgates, isso representa apenas 32,27% do total de 65.896.646 correntistas listados desde o início do programa, em fevereiro de 2022.

Dos resgates realizados até o momento, 19.819.974 foram por pessoas físicas e 1.446.568 por pessoas jurídicas. Aqueles que ainda não efetuaram o resgate somam 41.284.748 indivíduos físicos e 3.345.356 jurídicos.
A maioria dos valores pendentes são de pequenas quantias, sendo que 63,6% dos beneficiários têm direito a receber até R$ 10. Outros 24,86% estão na faixa entre R$ 10,01 e R$ 100, enquanto valores de R$ 100,01 a R$ 1 mil correspondem a 9,77% dos clientes. Apenas 1,77% têm direito a receber montantes superiores a R$ 1 mil.
Após quase um ano fora de operação, o SVR foi reativado em março de 2023 com aprimoramentos significativos, como a impressão de telas e protocolos de solicitação para compartilhamento via WhatsApp, além da inclusão de todas as categorias de valores previstos na norma do SVR. Uma nova funcionalidade de sala de espera virtual também foi introduzida, permitindo que todos os usuários consultem suas informações no mesmo dia, sem necessidade de cronograma baseado em ano de nascimento ou fundação da empresa.

Além disso, agora é possível consultar valores pertencentes a pessoas falecidas, com acesso disponível para herdeiros, inventariantes ou representantes legais. A transparência foi ampliada para contas conjuntas: se um dos titulares solicitar o resgate de um valor esquecido, o outro titular poderá visualizar as informações detalhadas, como o valor, data e CPF do solicitante.
O SVR também incorporou novas fontes de recursos esquecidos que não estavam disponíveis nos lotes anteriores, incluindo contas de pagamento encerradas, registros mantidos por corretoras e distribuidoras e outros recursos retidos por instituições financeiras.

O Banco Central alerta os correntistas sobre possíveis golpes, aconselhando cautela contra estelionatários que oferecem serviços fraudulentos de intermediação para resgates de valores esquecidos. Todos os serviços do SVR são gratuitos e o Banco Central nunca solicita informações pessoais ou senhas por telefone, email ou mensagem de texto.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com