32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Economia

Transferências via pix por aproximação começa a partir de fevereiro de 2025

sexta-feira, 05 de julho 2024

Os clientes bancários poderão realizar transferências via Pix por aproximação a partir de fevereiro de 2025, segundo anunciou nessa quinta-feira (04/07) o Banco Central (BC) que, juntamente do Conselho Monetário Nacional (CMN), implementou novas regulamentações para expandir o open finance. O sistema envolve o compartilhamento de dados entre instituições financeiras, e permitir essa nova modalidade de pagamento. Com o Pix por aproximação, os usuários poderão realizar transferências instantâneas sem precisar sair da plataforma de compras online para acessar o aplicativo do banco. No entanto, essa funcionalidade requer a inclusão de novos tipos de instituições financeiras no open finance e o estabelecimento de uma governança clara para o compartilhamento de dados entre elas.

No final de julho, o Banco Central divulgará normas mais detalhadas sobre o assunto, que fornecerão instruções específicas para as instituições financeiras e definirão suas responsabilidades em relação à nova ferramenta. Os testes começarão em novembro, com o lançamento oficial do serviço para o público em fevereiro do próximo ano.

O cronograma divulgado pelo BC prevê que no próximo 31 de julho de 2024 ocorra a publicação das regulamentações específicas para a Jornada de Pagamentos Sem Redirecionamento (JSR), nome oficial do Pix por aproximação. Já no dia 14 de novembro tenha início dos testes pelas instituições financeiras para garantir a segurança da funcionalidade e, em 28 de fevereiro de 2025 ocorra o lançamento do serviço para o público. As novas regras do open finance visam simplificar os processos de pagamento online. Para isso, será necessário oferecer o Pix nas carteiras digitais, que são instituições financeiras onde os clientes depositam dinheiro para realizar pagamentos online.

De acordo com as novas normas, as instituições financeiras com mais de 5 milhões de clientes, sejam individuais ou em conglomerados, serão obrigadas a aderir ao open finance. O Banco Central afirma que essa mudança aumentará a base de clientes que podem optar por compartilhar seus dados entre as instituições de 75% para 95%. Os clientes com carteiras digitais precisarão se cadastrar em uma instituição participante do open finance e habilitar as funções do Pix em suas carteiras digitais.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com