32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Esportes

Charles Leclerc vence GP de Mônaco pela primeira vez

segunda-feira, 27 de maio 2024

O piloto da Ferrari, Charles Leclerc, quebrou uma espécie de maldição que vivenciava em casa por, até então, não ter conseguido converter nenhuma de suas duas pole positions em Mônaco em uma vitória. Neste domingo, 26, o monegasco de 26 anos chegou em primeiro lugar e venceu o Grande Prêmio (GP) de Mônaco de Fórmula 1. Em 2021, o piloto sofreu um acidente quando fez a pole, mas não chegou a largar em decorrência de um problema técnico. No ano seguinte, a equipe cometeu um erro na estratégia.
Ainda no sábado, 25, Leclerc cravou a pole position durante a classificação, bem como já havia sido o mais rápido em dois treinos livres do circuito. “Um fim de semana maravilhoso até agora, temos que terminá-lo”, escreveu em uma publicação anterior à vitória nas redes sociais. O piloto esteve à frente de todos os outros desde o início até o final da prova de ontem. Com ele, subiram ao pódio ainda Oscar Piastri, da McLaren, e Carlos Sainz, da Ferrari.
Bandeira vermelha
O resultado do jovem piloto ocorreu logo após uma largada caótica em Mônaco. A corrida foi paralisada um segundo depois de começar por conta de um acidente que envolveu três carros. No momento, Kevin Magnussen, da Haas, tentou forçar uma ultrapassagem em Sergio Pérez, da Red Bull Racing, e tanto tocou o carro do adversário quanto acabou atingindo o piloto Nico Hulkenberg, que também corre pela Haas.
Após o acidente, a pista ficou visivelmente suja, o guard rail foi danificado e o carro de Pérez foi completamente destruído. Todos os pilotos envolvidos no caso estão bem, mas não puderam dar seguimento à competição.
Ainda na primeira volta, Esteban Ocon, da Alpine, ficou de fora depois de tentar ultrapassar o companheiro de equipe Gasly. O carro do piloto catapultou e, com a queda, ficou danificado. A Alpine não conseguiu fazer os reparos necessários antes que a corrida fosse reiniciada. Ocon acabou sendo punido em cinco posições no grid do GP do Canadá e recebeu dois pontos na superlicença.
O restante da prova não contou com uma grande quantidade de ultrapassagens. As poucas que aconteceram foram entre os pilotos que estavam nas últimas posições. O holandês Max Verstappen e o próprio Sainz tentaram conquistar colocações mais altas, mas não conseguiram, chegando em 6º e 3º lugar, respectivamente.
Após a bandeira vermelha em decorrência do acidente, todos os pilotos ficaram livres para utilizar o segundo composto de pneus. A maioria optou por trocar. O segundo lugar, Piastri, manteve a diferença do líder da corrida abaixo de dois segundos por grande parte do percurso, mas em nenhum momento ameaçou tomar a posição de Leclerc.
Nesse contexto, o clima entre o piloto campeão e a Ferrari era leve. Na volta 48, Leclerc perguntou por rádio para a equipe se eles tinham interesse em o quão mais rápido ele poderia ir. O engenheiro de corrida respondeu que não tinha e o piloto disse ironicamente “Quanta grosseria”. No final da prova, o monegasco acelerou e a vantagem contra o segundo lugar aumentou para mais de oito segundos.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com