32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Esportes

Fortaleza acusa jogador do Atlético-MG de praticar racismo contra seu atleta 

terça-feira, 25 de junho 2024

O volante Pedro Augusto, do Fortaleza, acusou o volante e capitão do Atlético-MG, Rodrigo Battaglia, de ofensa racial. O jogador do Leão teve uma discussão com o adversário aos 34 minutos do primeiro tempo e afirma ter sido chamado de “negro de m…” pelo argentino. A partida aconteceu neste domingo (23), pela 11ª rodada do Brasileirão.

Foto: Divulgação

O árbitro da partida, Flávio Rodrigues de Souza (SP), colocou na súmula o relato de Pedro Augusto. O juiz afirmou que a equipe de arbitragem não presenciou e nem ouviu a ofensa racial, mas relatou o ocorrido.

“Informo que aos 34 minutos do primeiro tempo, o jogador de número 28 da equipe visitante, sr. Pedro Augusto Borges da Costa, veio em minha direção relatando que o seu adversário de número 21, sr. Rodrigo Andres Battaglia havia o insultado de “negro de merda”. Esclareço que este episódio não foi presenciado, tampouco ouvido pela equipe de arbitragem”, diz a súmula.

Nesta segunda-feira (24), o Fortaleza emitiu uma nota onde repudia o fato, reiterando a luta contra atos de  xenofobia, racismo e discriminação. 

“O Fortaleza Esporte Clube repudia, de forma veemente, os atos de xenofobia, racismo e discriminação contra o atleta Pedro Augusto, ocorridos na Arena MRV, durante a partida entre Atlético-MG e Fortaleza, válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A, na noite deste domingo (23). O clube cearense deu o total suporte ao seu atleta, Pedro Augusto, e reitera o repúdio a todo e qualquer ato de xenofobia, racismo e discriminação, sendo tais condutas incompatíveis com os valores e história dos clubes envolvidos”, declarou o clube. 

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com