32 C°

quinta-feira, 23 de setembro de 2021.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Gastronomia - por: Danielle Gondim

Chefe Dani Gondim fala do que é preciso para manter a qualidade na cozinha e ensina uma receita de dar água na boca

sábado, 11 de setembro 2021

Os incomodados que permaneçam


O que te motiva?
Essa pergunta me chegou de supetão em meio a correria da semana.
Assim, sem pensar muito, respondi a primeira coisa que me veio à
cabeça: gente. Por segundos, me passou um filme na mente, que
lembrou pequenas situações do dia a dia, olhei ao redor, salão cheio,
gosto disso. Gosto daquelas pessoas, de ir à mesa, independentemente
de sua condição social. Gosto das minhas pessoas internas, aquelas que
pouco se conhece. Eu conheço. Gosto de ouvi-las e saber delas. Gosto
de vê-las aprender, a superar-se.

Foto: Arquivo Pessoal


Nem tudo são flores. Sou uma eterna incomodada. Tenho percebido que
para quem lidera, o incômodo é fundamental. Quando esse estado é
trocado pela quietude, quando baixamos a guarda, tudo começa a
desandar. Se queremos excelência, é “preciso estar atento e forte”,
como diriam os consagrados da Tropicália, Gil e Caetano. A zona de
conforto, não nos cabe. Pelo contrário, ela é perigosa para nós. Todas às
vezes que entrei nela e não me incomodei, foi quando tivemos algum
erro nos processos, ou em qualidade, ou na higiene da cozinha, ou nas
relações entre as pessoas. Isso não deve jamais, mas pode acontecer,
com qualquer um.


Nosso olhar precisa ser afiado e nosso crivo preciso ser severo. Nós, que
estamos na função de liderar, temos a responsabilidade de não deixar
passar nada que não esteja dentro do padrão esperado.


O estado de incômodo ou estar incomodado o tempo todo também
incomoda a outros. Parece que você está sempre procurando,
conferindo. Não é que é essa mesma nossa função? A conferência é a
nossa forma de nos antecipar aos problemas, de nos preparar para
guerra.


Para que eu consiga administrar seis casas, preciso ter vários cuidadores
junto a mim, um deles, é meu braço direito Micael. Todos os dias nós
nos ajudamos mutuamente a treinar o olhar. A descobrir como pode dar
certo e como pode dar errado. Micael é um apaixonado por tudo que
envolve a cozinha, desde as pessoas, assim como eu, até as técnicas, os
utensílios, tudo! Um menino ainda, mas que cresce, todo dia mais um
pouco porque busca e se incomoda. Eu vibro com tudo isso.


Segue receita e foto do jovem e sábio Micael.


Camarão no Maracujá

200 g de camarão descascado

Sal
Pimenta
50 g manteiga 30 g cebola picada
1 unid maracujá
80 ml creme de leite (fresco)
20 ml vinho branco 1 pitada de cúrcuma
1 pimenta dedo de moça (decoração)
Salsinha (decoração) 30 g queijo parmesão para gratinar .


Modo de Preparo
1.Tempera o camarão com sal e pimenta.

  1. Numa frigideira aquece a manteiga e doura a cebola. Adiciona o
    camarão e sela rapidamente. Reserva.
  2. Na mesma frigideira, coloca a polpa do maracujá com semente e
    tudo, no fogo baixo.
  3. Adiciona o creme de leite e a cúrcuma. Não deixa ferver. Peneira e
    volta para mesma frigideira. Guarda as sementes.
  4. Aquece. Envolve os camarões com o creme, ajusta sal e pimenta e
    apaga o fogo.
  5. Coloca o creme dentro das cascas de maracujá.
  6. Em outra frigideira caramelizar as sementes que haviam sido
    guardadas, com uma pitada de açúcar e coloca por cima da preparação.
    Finaliza com queijo e gratina.
  7. Se preferir pode empanar alguns camarões para decorar.

Mais conteúdo sobre:

Comida Nordestina Culinaria Dani Gondim

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com