32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Geral

111 km de fios foram furtados da rede elétrica do CE em 2024

quinta-feira, 13 de junho 2024

Ocorrências de furto de fios continuam sendo um problema a ser enfrentado pelas forças de segurança do Ceará. Na madrugada desta quarta-feira, 12, por exemplo, a Polícia Militar (PMCE) prendeu mais duas pessoas suspeitas de cometer crimes dessa natureza. Conforme as informações divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os casos ocorreram em bairros distintos, sendo um no Centro e outro no São João do Tauape.
Na primeira situação, a pasta divulgou que os policiais estavam fazendo o patrulhamento da região, quando foram acionados pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) para uma ocorrência de furto de fios de internet no bairro Centro. Quando chegaram ao local, encontraram o suspeito, de 30 anos, que havia sido imobilizado por um segurança da empresa vítima da ação criminosa. O homem foi autuado em flagrante por furto e já respondia por tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e crime ambiental.
Já no caso do São João do Tauape, as equipes de segurança foram chamadas para verificar uma situação de furto de fios de telefonia. O suspeito, de 21 anos, foi encontrado com cerca de quatro quilos de fios de cobre e também foi autuado em flagrante. O homem já tinha antecedentes pelo crime de receptação que, conforme a lei brasileira, é caracterizada por “adquirir, receber, transportar, conduzir ou ocultar em proveito próprio ou alheio, coisa que sabe ser produto de crime, ou influir para que terceiro, de boa-fé, a adquira, receba ou oculte”.

Problema recorrente
A preocupação das autoridades cearenses com ocorrências desse tipo têm sido constante, uma vez que os prejuízos impactam diretamente a população. Em agosto de 2023, uma tentativa de roubar a fiação elétrica levou à paralisação temporária dos serviços na Linha Sul do metrô de Fortaleza, considerada a maior via de transporte sobre trilhos do estado.
Somente em 2024, a Enel Distribuição Ceará registrou 111 km de cabos retirados da rede elétrica. Além de Fortaleza, a região Leste tem sofrido muito com o problema. Aquiraz, Aracati, Beberibe, Cascavel e Icapuí foram os municípios mais afetados. Em 2023, a empresa contabilizou mais de 237 km de cabos de energia furtados, o que equivale à distância entre Fortaleza e Mossoró, cidade localizada no Rio Grande do Norte. A capital cearense também está entre as cinco cidades mais afetadas do ano passado.
“Como forma de combate às ações de furto de cabos, a Enel, com apoio dos órgãos de segurança do Ceará, tem intensificado os trabalhos de investigação e de inspeção em campo, realizando visitas a sucatas em todo o estado. Um reflexo dessa ação conjunta foi o aumento de cerca de 150% no número de prisões no Ceará entre 2022 e 2023. Ao todo, 22 pessoas foram presas em 2023 por furto ou por receptação de material furtado. Já em 2024, já foram registradas 31 prisões”, informou a distribuidora em nota, acrescentando que tanto o furto como a receptação de materiais furtados são crimes com pena prevista de um a oito anos de reclusão.
“A prática criminosa coloca em risco a vida da população, principalmente aqueles que manipulam a rede elétrica sem treinamento e sem os devidos equipamentos de segurança, podendo também causar curto-circuito e deixar cabos energizados ao solo”, alertou a Enel.
Como estratégia de prevenção, cabos de cobre estão sendo substituídos por cabos de alumínio ou aço cobreado em áreas onde há grande incidência de furto. A SSPDS lembra que a população pode contribuir denunciando ocorrências ou enviando informações úteis para o número 181 ou para o Whatsapp (85) 3101-0181, por onde são recebidos vídeos, imagens ou qualquer outro arquivo relevante para as investigações. A Enel também dispõe de um canal de denúncias que atende pelo telefone 3453-4060 e pelo Whatsapp para o (85) 99993-9526.

Por Yasmim Rodrigues

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com