32 C°

sábado, 16 de outubro de 2021.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Geral

Adoção de animais domésticos traz benefícios para toda família

sexta-feira, 24 de setembro 2021

A pandemia de Covid-19 proporcionou mudanças no cotidiano de muitos cearenses. Uma dessas mudanças é a inserção de animais, principalmente os que viviam nas ruas. Segundo ONGs e protetores de animais houve aumento de 50% no número de adoções desde o início da pandemia. Por outro lado, a Ampara Animal relata aumento de abandonos em 61% entre junho de 2020 e março de 2021.

FOTO NATÁLIA ROCHA



Nesse contexto, entra a adoção responsável, que engloba desde a higiene do local onde o bicho vai ficar até a atenção e atividades físicas para o animal. Na prática, assegura-se o bem-estar do animal e diminui a possibilidade de abandono.

O abandono de animais é crime por ser forma de maus tratos. A Lei de Crimes Ambientais “ato de abuso, maus-tratos, ferir, mutilar animais silvestres, domésticos, nativos ou exóticos” já previa a punição entre três meses a um ano de reclusão, multa e remoção de guarda. Em 2019, a pena foi reformulada para dois a cinco anos de reclusão.
A adoção responsável de bichos domésticos oferece benefícios tanto para os animais quanto para os donos.

Benefícios
Isso é percebido pela estudante de física Tamara Nunes, que sofre de depressão e ansiedade. Ela relata que se tornou uma pessoa “mais amorosa e melhor, mentalmente falando”.
“Foi incrível, eu já tinha feito antes, mas infelizmente morreram devido a situação que eu os resgatei. Me senti muito mal, mas quando consegui salvar uma vida que ninguém colocava fé e hoje está em um teto, com comida e água, além de muito amor. Essa é a melhor sensação do mundo. Acho que só vivendo a experiência pra saber”, diz a estudante sobre o sentimento de ver um animal ser adotado e experiências anteriores de resgate.

Tamara destaca que toda a adoção deveria ser responsável, tendo em vista a possibilidade de abandonos após a pandemia da Covid-19. “Acredito que o abandono dos animais virá quando a vida normal voltar e as pessoas que se sentiram sozinhas e adotaram no impulso irão se arrepender, inclusive toda adoção deveria ser responsável”.

Proteção
“Percebe-se, no dia a dia, animais espalhados pela rua e muito magros/malnutridos, com falhas no pelo, feridas e não castrados. É normal notar, também, os animais mancando, procurando constantemente por comida e água em latas de lixo e perto de estabelecimentos que descartam restos de alimentos ou ossos nas ruas se abrigando do sol. Muitos também se encontram tão fracos que não reagem com o ambiente (toque, sons, cheiros ou estímulo visual)”, relata a estudante de medicina veterinária Isabelle Matos em relação ao estado em que se encontram muitos animais abandonados nas ruas.

De acordo com Isabelle, os bichos que se encontram nessa situação, além de estarem com aparência e estilo de vida precários, estão suscetíveis ao contágio e a proliferação de zoonoses – doenças infecciosas transmitidas entre animais.
“No ato de adotar, você salva a vida de um animal do sofrimento e dos perigos que passam na rua dia a dia, dá um lar aconchegante, comida, tratamentos e um bom tutor que proporciona amor e acolhimento faz uma diferença enorme na vida desses animais. Além disso, está contribuindo para a saúde pública”. Disserta Isabelle sobre as vantagens da adoção na parte da saúde pública.

“Com a pandemia, muitos não tiveram como manter o animal devido à problemas financeiros ou simplesmente negligência e decidiram deixá-los nas ruas e justamente ao adotar um animal e oferecer os cuidados necessários, você acaba influenciando outras pessoas a fazer o mesmo e tirar um número maior de animais das ruas”, diz Isabelle sobre os abandonos no cenário pandêmico e a importância da adoção responsável.

Feito por Grazielly
Barroso, sob a supervisão da editoria de Geral

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com