32 C°

sexta-feira, 15 de outubro de 2021.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Adoção

Apoio e incentivo à adoção

terça-feira, 12 de outubro 2021

Ajudar a atenuar o sofrimento e a ansiedade da espera dos pretendentes à adoção e proporcionar melhor preparo para os futuros pais são alguns dos importantes objetivos dos Grupos de Apoio à Adoção.
Formados por voluntários que já vivenciaram o processo de adoção e querem contribuir para a redução da fila de espera, esses grupos vivenciam de perto a alegria da realização de um sonho e de um dos acontecimentos que, para muitos, é o mais aguardado da vida: a chegada de um filho.

A pandemia prejudicou muito o andamento dos processos de adoção. Crianças estão ficando cada vez mais por mais tempo nos abrigos, que estão cada vez mais lotados, tirando delas o direito à convivência familiar. A situação é preocupante. O cenário atual é de agravamento do número de crianças institucionalizadas face à redução dos números de adoção. 

E foi exatamente que um desses grupos surgiu. Através de encontros entre pais e filhos, amigos e desconhecidos que a Acalanto Fortaleza se tornou um Grupo de Apoio à Adoção (GAA). Com atuação desde 2013, os voluntários oferecem apoio jurídico e psicológico a pais adotivos e pretendentes à adoção. A missão? Desenvolver um trabalho de esclarecimento, estímulo e encaminhamento a adoção.

Voluntários
Atualmente, a Acalanto é formada por 36 voluntários que desempenham ações por meio do núcleo pedagógico, psicológico, terapia individual, busca ativa e núcleo jurídico. No pós-adoção, o grupo acompanha a família e promove encontros.

Com a pandemia do novo coronavírus, muitas atividades do Judiciário permaneceram suspensas ou foram realizadas por videoconferência, o que ajudou a retardar o encontro de muitas famílias. “Os processos passaram a levar um tempo ainda maior para execuções, em virtude de atividades suspensas como visitas, atendimento ao público, elaboração de relatórios e etc”, disse a presidente da Acalanto Fortaleza, Eliane Carlos.
Porém, mesmo diante dos desafios, o trabalho não parou. “Não deixamos de atuar como observamos, infelizmente, com outros GAA. Reestruturamos ações e criamos outras, melhoramos a transmissão em redes sociais de nossas reuniões para discussão de temas pertinentes, criação de grupo remoto de cuidado  emocional, psicológico e de capacitação às instituições de acolhimento e promoção de eventos internos”, disse a presidente.
 
O trabalho
O trabalho dos grupos de apoio começa muito antes, no apoio aos pretendentes à adoção. Eles acompanham o processo e participam do curso psicossocial e jurídico, etapa fundamental para a inserção do pretendente no Sistema Nacional de Adoção (SNA).

Os grupos promovem palestras, encontros para troca de experiências, apoio jurídico e psicológico. Em muitos casos, são nos grupos de apoio que os adotantes encontram ombro amigo de outras pessoas que tenham os mesmos interesses e que estão vivenciando as mesmas situações e dúvidas.
Além disso, atende crianças e famílias de Fortaleza, Eusébio, Maracanaú, Limoeiro do Norte, Sobral, Caucaia e Brejo Santo, e realiza reuniões mensais de pais e pretendentes à adoção, que reúnem um público de aproximadamente 60 pessoas por edição.

​O trabalho pedagógico em relação à adoção consiste na abordagem de questões jurídicas e na defesa da adoção legal e segura. Por isso, a Acalanto promoves eventos de esclarecimentos, oferece suporte psicológico através de atendimento individual e de grupo de apoio psicológico, coordenado por psicólogas de forma totalmente gratuita.
Um dos voluntários da Acalanto é o Lucineudo Machado. “O cenário atual é de agravamento do número de crianças institucionalizadas face à redução da quantidade de adoções. O fato é que a pandemia prejudicou muito o andamento dos processos e a situação é preocupante, com crianças  ficando cada vez mais tempo nos abrigos, que por sua vez, estão cada vez mais lotados, tirando delas o direito à convivência familiar”, avaliou.
 
ACALANTO FORTALEZA
Site: www.acalantofortaleza.com.br
Instagram: @acalantofortaleza
Telefone: (85) 98843.4207
E-mail: ongacalantofortaleza@gmail.com

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com