32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Geral

Conheça as alterações oculares que ocorrem durante a gravidez

terça-feira, 07 de maio 2024

A gravidez é um período de muitas transformações para a mulher. Durante nove meses, período que antecede a chegada do bebê, a grávida passa por mudanças emocionais, psicológicas e físicas. Entretanto, muito mais do que os enjoos ou o crescimento da barriga, esse momento também modifica quase todo o organismo da mulher, inclusive os olhos.
Nesse período é comum que as alterações do metabolismo, do perfil hormonal e da circulação na mulher grávida, afetem o funcionamento da visão, o que pode ocasionar distúrbios temporários ou até mesmo permanentes. Geralmente, a maioria das alterações visuais que surgem durante esse período tende a ser temporária e desaparecem após o parto.
Entre os problemas mais comuns, estão o aumento da espessura e da curvatura da córnea, provocado pelo inchaço nos tecidos. Essas mudanças podem levar a uma alteração temporária no grau de miopia ou hipermetropia e causar uma maior intolerância às lentes de contato.
Além disso, as mamães devem ficar atentas, pois infecções causadas por causadas por vírus, bactérias e parasitas, como citolomegavírus, zika vírus, toxoplasmose, sífilis e rubéola, durante a gestação podem causar má-formações e até deficiência no bebê, além de gerar risco também para elas, como explica a oftalmologista e membro da Sociedade Brasileira de Glaucoma, Hissa Tavares.
“A gravidez é um momento de grande transformação física e emocional para as mulheres, e a saúde ocular não deve ser negligenciada. Diversas condições, como o Citomegalovírus (CMV), a Rubéola e o Zika, podem representar sérios riscos para a visão do bebê e para o desenvolvimento neuro psicomotor quando contraídas durante a gravidez”, afirma a doutora.
A vacinação é a melhor forma de prevenção contra essas infecções. Outro ponto importante é que as mulheres com pressão arterial alta (hipertensão) podem enfrentar complicações adicionais relacionadas à saúde ocular durante a gravidez. A pré-eclâmpsia é uma complicação da gravidez que se caracteriza por um quadro de hipertensão arterial e é associado a perda de proteínas na urina (chamada proteinúria) e/ou lesão de órgãos importantes, tais como fígado, rins, olhos, pulmões e cérebro.
“A pré-eclâmpsia, uma condição caracterizada por pressão arterial elevada e presença de proteína na urina após a 20ª semana de gestação, pode aumentar o risco de problemas visuais, como edema de papila e descolamento de retina. O controle cuidadoso da pressão arterial, sob orientação médica, é essencial para reduzir esses riscos”, explica a médica.
Hissa Tavares ainda ressalta que, com a devida atenção à saúde visual durante a gravidez, muitos problemas podem ser prevenidos ou tratados precocemente, garantindo o bem-estar tanto da mãe quanto do bebê.
“As futuras mamães devem realizar consultas oftalmológicas regulares e adotar hábitos saudáveis para proteger sua visão e promover uma gestação tranquila”, conclui a médica.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com