32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Geral

Corpo de vereador morto por garçom é velado em Camocim

terça-feira, 30 de abril 2024

O corpo do vereador César Araújo Veras foi velado nesta segunda-feira, 29, no município de Camocim, localizado a cerca de 354 km de Fortaleza. O parlamentar foi morto por um garçom em um restaurante na orla da cidade no início da tarde do último domingo, 28. Além de familiares e amigos da vítima, o momento de despedida também reuniu políticos do Município. O sepultamento ocorreu no fim da tarde, no cemitério São José.
De acordo com as informações divulgadas, o suspeito Antônio Charlan Rocha Souza, de 38 anos, foi preso em flagrante ainda no domingo em posse da faca utilizada para ferir o vereador e outras duas pessoas que também estavam no restaurante, entre elas, o dono do estabelecimento, Euclides Oliveira Neto. A outra vítima foi identificada como Fábio Roberto de Castro Sousa. A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) detalhou que, após o crime, o garçom tentou fugir, porém, foi detido pelas equipes policiais na saída da cidade.
Em vídeos que circulam pelas redes sociais, é possível ver o momento em que o funcionário do restaurante ataca o vereador por trás com um golpe de faca na região do pescoço. Depois disso, o garçom lesiona o cliente que estava sentado em outra mesa e o dono do estabelecimento. O homem foi conduzido para a Delegacia Regional de Sobral e autuado por homicídio qualificado por motivo fútil e sem chance de defesa e por duas tentativas de homicídio qualificado.
Nesta segunda-feira, a Justiça do Ceará informou que, após a audiência de custódia, a prisão em flagrante foi convertida em preventiva. Conforme a publicação, o suspeito trabalhava no restaurante há 13 anos e conhecia as três vítimas, porém, afirmou não ter desavenças com nenhuma delas. No depoimento, ele relatou só ter lembrado do que havia feito depois de ter sido encontrado pelos policiais. A defesa pediu que fosse instaurado um incidente de insanidade mental.
Anteriormente, a Prefeitura de Camocim já havia detalhado que o empresário Euclides Oliveira Neto havia sido transferido para a cidade de Sobral e não estava em risco de morrer. O outro homem ferido na ação também apresentava um quadro de saúde estável. Nas redes sociais, a administração municipal anunciou sobre a adoção de luto oficial de três dias e descreveu a morte do vereador como “uma perda irreparável para a sociedade camocinense”. De acordo com a gestão, a decisão visa prestar homenagens considerando “os preciosos trabalhos dedicados ao Município no decorrer de sua vida como cidadão e vereador”.
A Câmara Municipal da cidade também lamentou o óbito do vereador César Veras, que já presidiu a Casa, e decretou luto oficial de sete dias. “Nesse momento de pesar, nos solidarizamos aos familiares e amigos enlutados”, escreveu. No domingo, o governador Elmano de Freitas igualmente se solidarizou com os familiares, amigos e companheiros de trabalho. “Recebi com profundo pesar a notícia da morte do vereador César Veras, ex-presidente da União dos Vereadores e Câmaras do Ceará (UVC), vítima de um crime bárbaro em um restaurante de Camocim”, disse o gestor estadual.
O parlamentar era líder do governo da atual prefeita, Betinha Magalhães, na Câmara. Nas redes sociais, a política afirmou: “Planejamos dizer muitas coisas para um amigo, mas nunca um adeus de forma tão repentina […] Mais do que um amigo; ele foi um raio de luz que iluminou nossos dias com sua bondade, seu sorriso caloroso e sua amizade inabalável”. “Que encontremos conforto na lembrança dos momentos felizes e no apoio mútuo durante este período difícil”, pontuou.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com