32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Geral

Decisões de remuneração, inclusão de mulheres e o futuro do recrutamento para 2024: o que está mudando?

quarta-feira, 28 de fevereiro 2024

Para 2024, as empresas têm mostrado um interesse um pouco mais intenso no processo de recrutamento. Para Paula Dantas, diretora da Inova Varejo RH, as marcas estão se adaptando às demandas de um mercado altamente competitivo, ajustando, consequentemente, as suas estratégias de contratação e remuneração.

Foto: Divulgação

“Uma tendência crescente é a busca por maneiras inovadoras de atrair e reter talentos, destacando-se o aumento de benefícios flexíveis, programas de bem-estar e opções personalizadas de desenvolvimento profissional”, disse. Além disso, para a especialista, a transparência salarial e a equidade de gênero estão ganhando destaque como prioridades fundamentais para muitas organizações.

“Oferecer salários competitivos é uma prática básica para atrair talentos, porém, em 2024, as empresas estão indo além, focando em reconhecimento e recompensas com base no desempenho individual”, continuou.

Logo, a transparência salarial está se tornando mais comum, visando garantir equidade para corrigir desigualdades de gênero. Além disso, a introdução de práticas, como bônus por diversidade e igualdade, está promovendo ambientes de trabalho mais inclusivos e justos, como exemplificou a profissional.

Para além disso, as organizações estão implementando diversas iniciativas para promover a inclusão de mulheres em todos os níveis hierárquicos, incluindo posições de liderança. Programas de mentoria, treinamentos sobre diversidade e equidade de gênero, juntamente com políticas que incentivam a igualdade de oportunidades, são algumas das medidas adotadas para promover uma cultura organizacional mais diversificada e equitativa, de acordo com a diretora.

Com o avanço da tecnologia e o aumento do trabalho remoto, o processo de recrutamento está passando por mudanças significativas. Segundo Paula, “plataformas de recrutamento online, redes sociais profissionais e inteligência artificial estão sendo amplamente utilizadas para identificar e atrair talentos”.

Consequentemente, as empresas estão adotando uma série de estratégias para promover a diversidade desde as fases iniciais do recrutamento. Confira quais são:

Parcerias com comunidades: Estabelecendo colaborações com grupos e organizações que representam diferentes comunidades para ampliar o alcance e diversificar o pool de candidatos.

Treinamento de recrutadores: Fornecendo treinamentos regulares para recrutadores sobre diversidade e inclusão, aumentando a sensibilidade e a capacidade de reconhecer talentos diversos.

Definição de metas claras: Estabelecendo metas específicas para a diversidade nas contratações e monitorando regularmente o progresso, alinhando expectativas.

Revisão de linguagem em anúncios de vagas: Garantindo que as descrições de cargos sejam inclusivas e não contenham linguagem que possa excluir certos grupos.

Logo, para reduzir vieses inconscientes, as empresas estão adotando práticas como recrutamento cego, treinamento antiviés e entrevistas estruturadas. “Essas medidas visam criar processos de recrutamento mais equitativos, promovendo a diversidade e a inclusão desde as fases iniciais da seleção de candidatos”, seguiu.

Como conclusão, a diretora destaca: Em um mercado de trabalho cada vez mais diversificado e globalizado, as empresas estão reconhecendo a importância de promover a diversidade e a inclusão em todas as áreas, desde o recrutamento até a remuneração.

Através de estratégias inovadoras e um compromisso contínuo com a equidade, as organizações estão criando ambientes de trabalho mais atrativos, justos e inclusivos para todos os colaboradores. “É natural que seja assim”, finalizou.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com