32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Geral

Fortal não acontecerá em terreno próximo ao aeroporto

quinta-feira, 23 de maio 2024

Em uma transmissão ao vivo nesta quarta-feira, 22, o governador do Ceará, Elmano de Freitas, anunciou que o Fortal não acontecerá mais no terreno próximo ao Aeroporto de Fortaleza, conforme havia sido informado pela organização do evento no final de abril. “Superamos as dificuldades que tínhamos até aqui e tenho certeza que o Fortal deste ano será mais bonito, mais alegre e mais festivo”, comemorou o gestor estadual, citando as polêmicas envolvendo a mudança do espaço da festa.
A realização do Fortal esteve no centro de intensas discussões na sociedade fortalezense ao longo do mês, em decorrência de questões envolvendo pautas ambientais e a segurança dos foliões. No último sábado, 18, inclusive, manifestantes se reuniram no aeroporto da capital cearense para exigir que a festa, que deve ocorrer entre os dias 18 e 21 de julho, não fosse realizada naquela região.
O vereador Gabriel Aguiar (PSOL), que é ativo na causa ambiental, chegou a lançar uma campanha nas redes sociais pelo mesmo motivo, argumentando que 20 hectares de floresta protegida pela Lei Federal da Mata Atlântica seriam desmatados para que o Fortal fosse possível. A legislação em questão proíbe a retirada de mata primária ou secundária em estado avançado de recuperação.
Antes mesmo do protesto no fim de semana, as atividades de preparação que estavam sendo realizadas no terreno foram embargadas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). Em nota enviada ao Jornal O Estado, o órgão afirmou ter identificado que estava ocorrendo a “supressão de vegetação sem a autorização necessária”. A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), por sua vez, informou que realizou uma vistoria na área e concluiu que havia presença tanto de vegetação herbácea, frutífera e invasora, que não demandam autorização para que ocorra a supressão, quanto de espécies nativas e indicadoras do bioma Mata Atlântica, que exigem uma série de licenças.
Em nota, a organização do Fortal confirmou que, após a reunião convocada pelo governador na manhã de ontem, ficou decidido que “em função do cronograma de montagem da estrutura do evento, a edição 2024 da festa ocorrerá novamente no bairro Manoel Dias Branco”, mas que “o Fortal segue com o processo de estudos ambientais e busca pelas liberações legais das licenças técnicas e autorizações para a realização do evento na nova Cidade Fortal na área próxima ao aeroporto na edição de 2025”. “O evento agradece o empenho do Governo, autoridades e ao Grupo M. Dias Branco que somaram esforços para garantir a realização dessa edição em tempo hábil e a torcida de toda a sociedade que reconhece a importância do Fortal, ao longo desses 30 anos, como um dos principais propulsores da economia, cultura e turismo do estado”, destacaram os organizadores.
A relevância do momento para a economia local também foi mencionada pelo governador durante a live. “Nós recebemos gente do Brasil inteiro. É um impacto econômico para a nossa capital muito importante para toda a cadeia do turismo”, disse.
Nas redes sociais, o vereador Gabriel Aguiar comemorou a alteração do espaço. “O Fortal vai retornar para o local inicial e vai deixar sem desmatar e sem derrubar essa riquíssima floresta densa e preservada de 20 hectares do aeroporto. A luta vale a pena, isso foi uma vitória do povo de Fortaleza, do povo cearense. A floresta fica de pé”, declarou o parlamentar, prometendo que protocolará um Projeto de Lei para que a área venha a se tornar uma Unidade de Conservação, garantindo uma proteção perpétua.

Por Yasmim Rodrigues

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com