32 C°

quinta-feira, 27 de janeiro de 2022.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Geral

Fundação Beto Studart incentiva talento de jovens de baixa renda há 15 anos

A credibilidade, além de difícil de ser conquistada, é transmitida. Principalmente quando ela vem dos patamares mais altos da sociedade. Jorge Alberto Vieira Studart Gomes – Beto Studart é criador da Fundação Beto Studart de Incentivo ao Talento e tem o propósito de apoiar crianças, adolescentes e jovens de baixa renda, potencialmente talentosos,  nas diversas áreas do conhecimento e das artes.

FOTO DIVULGAÇÃO


Criada em 13 de janeiro de 2004, a Fundação é a manifestação do desejo de seu Instituidor, com o apoio de sua esposa Ana Maria, de seus familiares e amigos. Em 05 de novembro de 2004, aconteceu a inauguração da sua sede com a presença da Diretoria, Conselheiros e Convidados.


“Acreditamos que a semente do bem, plantada e regada com carinho e respeito ao ser humano, é uma ação que desencadeia outras iguais numa conspiração do universo para o bem da humanidade”, afirma Beto Studart.
Historicamente, Beto Studart sempre incentivou a prática da responsabilidade social e cultural em sua Empresa AgriPEC Química e Farmacêutica S.A, apoiando projetos desenvolvidos por diversas instituições do Ceará.

O programa de relacionamento de sua empresa desenvolvido com a sociedade, através do apoio a projetos culturais amparados pela Lei Rouanet, e outros projetos de cunho social, amparados ou não pelos demais dispositivos legais de incentivos fiscais, sociais e culturais, sempre foi a tônica de sua administração. Beto Studart sempre entendeu que é seu dever contribuir para o desenvolvimento social sustentável, na perspectiva da diminuição das iniquidades sociais.
A Fundação Beto Studart assumiu, então, a função de acompanhar, monitorar e avaliar os projetos apoiados pela AgriPEC. Era o início de uma parceria mais interativa, que se dava, no sentido de acompanhar e avaliar a efetividade e o impacto social dos projetos que eram financiados por ela.

Em 2007, aconteceu a venda da AgriPEC. Este fato gerou dois grandes movimentos na Fundação: o aumento do investimento social privado, por parte de seu instituidor, para garantir o apoio aos projetos que anteriormente contavam com os benefícios das leis de incentivo fiscal e a transferência da sede da entidade, até então no município de Maracanaú para o Município de Fortaleza.

A partir de 2008, a Fundação, já instalada em Fortaleza, além de manter seus programas e projetos, ampliou seu portfólio de investimentos e conseguiu a adesão de outras empresas e instituições para o atendimento às demandas dos mais variados projetos, promovendo dessa forma  ações colaborativas e projetos coletivos na perspectiva de formação de rede.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com