32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Geral

Nomes da disputa à Prefeitura estarão todos postos daqui a exatamente um mês

sexta-feira, 05 de julho 2024

Data, 5 de agosto, é prazo-limite para que partidos políticos realizem suas convenções, que têm o objetivo de definir os nomes que irão concorrer ao pleito

Por Kelly Hekally

Sede da Prefeitura de Fortaleza, no Centro / Foto: Divulgação

Em exatamente um mês, todas as chapas que concorrerão à Prefeitura de Fortaleza e às das demais cidades da Região Metropolitana, bem como do Interior, serão de conhecimento público. A data, 5 de agosto, é o prazo-limite para que partidos políticos realizem suas convenções, que têm o objetivo de definir os nomes que irão concorrer aos postos de prefeito e vice, assim como de vereador.

As convenções, momento também em que se chega a consenso sobre ter ou não alianças entre as legendas, podem acontecer a partir do próximo dia 16 e precisam ser oficializadas junto à Justiça Eleitoral (JE) até 15 de agosto.

Oficialmente, a largada da campanha é dada um dia depois, 16 de agosto, com o início da propaganda eleitoral geral. Outra determinação da JE é a de que, a partir deste sábado (6), agentes políticos não podem realizar nomeações, exonerações e contratações e participar de entregas de obras públicas.

O prefeito José Sarto (PDT) realiza suas últimas entregas nesta sexta-feira (5). O gestor escolheu equipamentos de segurança pública e turismo da Capital para fechar o ciclo de inaugurações.

O tema segurança foi um dos caminhos encontrados por Sarto para fazer frente à oposição ao governador Elmano de Freitas (PT), que busca eleger ao Paço Municipal seu correligionário e aliado direto, Evandro Leitão (PT), presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Alece).

Logo mais, às 15h30, o prefeito habilita, em um prédio no bairro Dionísio Torres, o início das operações do Centro de Comando e Controle de Fortaleza. Na sequência, às 17 horas, o gestor entrega a 1ª etapa da Nova Praia de Iracema. Mais cedo, às 9h30, Sarto faz visita técnica guiada no Gonzaguinha da Messejana e anuncia o cronograma de início das atividades do local.

O tema saúde é um dos pontos críticos da gestão, que se apegou a entregas turbinadas de postos de saúde entre maio e junho deste ano para tentar reverter o que se tornou um problema para sua popularidade. Pesquisa do Instituto Paraná publicada em 31 de maio deste ano mostra que a rejeição de Sarto chegou a 38,9%, ante 24,9% de Capitão Wagner (União Brasil), também pré-candidato ao pleito.

No mesmo levantamento, André Fernandes (PL) aparece com 21,5%; Evandro Leitão (PT) com 21,4%; e Eduardo Girão (Novo) com 17,3%. Em pesquisa anterior, da Atlas Intel, publicada em janeiro deste ano, realizada em dezembro, Sarto, contudo, marcou 45% de rejeição. As análises deste conteúdo estão registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com