32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Geral

Postos de saúde de Fortaleza começam a ofertar vacina da dengue

segunda-feira, 13 de maio 2024

A partir desta segunda-feira, 13, Fortaleza começará a aplicar a vacina da dengue em crianças e adolescentes com idades entre 10 e 14 anos. O imunizante, que oferece proteção contra os quatro sorotipos virais da doença, estará disponível em 18 postos de saúde. De acordo com as informações divulgadas pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), a capital cearense tem aproximadamente 154 mil crianças dentro do público-alvo. “Fortaleza está marchando para o 12º ano sem epidemia de dengue. Mesmo assim, nós iniciaremos a vacinação. Todas as regionais serão contempladas e a gente convoca a população para fazer a prevenção da dengue. Vejam o que está acontecendo em São Paulo, no Rio de Janeiro, nas regiões Sul e Sudeste”, alertou o prefeito José Sarto.

O gestor municipal de Fortaleza fez referência aos mais de 300 mil casos da enfermidade confirmados pela Secretaria Estadual da Saúde (SES) de São Paulo, onde 122 pessoas já morreram por tal motivo. Em Fortaleza, o boletim epidemiológico mais recente da SMS indica 748 diagnósticos de dengue na cidade. Em todo o Ceará, a plataforma IntegraSUS da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) revela 4.026 confirmações da arbovirose transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. De acordo com o painel, uma pessoa morreu pela doença em território cearense e outros 12 óbitos estão em investigação.
A SMS destaca que o imunizante é seguro, eficaz e que, além de reduzir o risco de infecção, “a vacinação também contribui para a prevenção da propagação do vírus da dengue na comunidade, promovendo assim a saúde pública”. “Graças à atuação muito valorosa das nossas equipes de saúde, a gente tem conseguido controlar. Entretanto, é preciso prevenir e seguir a mesma política de sempre, evitando que acumulemos água indevida. A vacinação começa segunda-feira e no site da Prefeitura a população pode encontrar qual o posto mais próximo para vacinar primeiro o grupo de 10 a 14 anos, depois a gente vai ampliar”, prometeu Sarto.
A Secretaria Municipal da Saúde explicou que as decisões relativas à ampliação do público-alvo são de responsabilidade dos órgãos estaduais e federais. Neste início de campanha, Fortaleza recebeu aproximadamente 38 mil imunizantes de primeira dose. O esquema vacinal completo é composto por duas aplicações com intervalo de três meses entre cada.
No caso de crianças que estejam infectadas com a doença, será necessário aguardar seis meses antes de iniciar o esquema. Caso a enfermidade seja contraída após a administração da primeira dose (D1), o intervalo indicado de três meses para a D2 não será alterado. No entanto, é preciso esperar pelo menos 30 dias desde o início do quadro para a aplicação.

Informações úteis
A Saúde Municipal divulgou que a vacina é contraindicada para pessoas que têm hipersensibilidade à substância ativa ou imunodeficiência congênita ou adquirida, inclusive aqueles que receberam terapias imunossupressoras como quimioterapia ou altas doses de corticosteróides sistêmicos dentro de quatro semanas anteriores à vacinação. A contraindicação abrange ainda, indivíduos com infecção por HIV sintomática ou infecção por HIV assintomática quando acompanhada por evidência de função imunológica comprometida, e grávidas ou lactantes.
Para conseguir se vacinar, será necessário apresentar um documento original da criança ou adolescente, como RG ou certidão de nascimento, e um documento original do adulto responsável. O atendimento ocorrerá das 7h30 às 18h30, de segunda a sexta-feira. Aos fins de semana, os interessados devem procurar, entre as 8h e as 16h30, os postos Mattos Dourado, no bairro Edson Queiroz, e Irmã Hercília, no São João do Tauape.

Por Yasmim Rodrigues

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com