32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Geral

Prainha: um lugar de refúgio para muitos fortalezenses no fim de semana

segunda-feira, 18 de março 2024

Cansados com a semana agitada de muito trabalho, o casal Tiago e Marlene gosta de fugir um pouco da cidade para encontrar paz e descanso. Os dois afirmam que, na Região Metropolitana de Fortaleza, existem vários lugares assim, mas o preferido deles até agora é a Prainha. “Trabalhamos muito. O trânsito de Fortaleza é cansativo. O celular é 24h e não para. Quando a sexta-feira chega é como se não conseguíssemos levantar direito de tão exaustos. Já conhecemos vários lugares, mas como esse, não existe. É o nosso preferido. É calmo, tranquilo. Os nativos são agradáveis e nos recebem muito bem. Como todo cearense, sempre vamos à praia para poder curtir a brisa e admirar esse mar maravilhoso que temos”, dizem.
A localidade de Prainha fica no Município de Aquiraz, distante 37 km da Capital cearense. É um daqueles lugares deliciosos que toda família costuma curtir um dia na praia. Rústica e muito tranquila na semana, essa parte do litoral leste cearense se transforma em uma das praias mais populares aos sábados, domingos e feriados. E o motivo? É uma das partes litorâneas do Ceará onde se pode encontrar mais casas de veraneio para morar ou alugar.

Estrutura
A praia é bem simples. Não há uma mega estrutura no lugar, mas é possível encontrar algumas barracas, com cardápio bem variado e aquela cerveja gelada sempre presente. O sol é constante e dá para pegar aquele bronze. O mar da Prainha pode ser super tranquilo ou ter muitas ondas, dependendo da tabela da maré. Existem esses dois extremos. Então, é sempre bom conferir como estará a maré no dia da visita.
Lilian Sousa é do Pará e comenta como conheceu o lugar. “Estou a passeio desde do início do mês de março, estou na casa da minha irmã que fica no bairro da Messejana. Esse fim de semana, eu disse que gostaria de ir à praia e ela falou que tinha um local especial, tranquilo, calmo e sem muita agitação. Cá estamos nós na Prainha. Não tem muita coisa, mas o pouco que tem é aconchegante, confortável. Sem muito glamour, mas com belezas naturais. Amei!”, conclui a turista.

Centro de Rendeiras
Peças em rendas, nesse lugar não vai faltar. O Centro de Rendeiras também é perfeito para conhecer mais o trabalho dessas mulheres – e homens – que se dedicam à arte de confeccionar rendas por meio do traçado manual. Algumas peças são exclusivas, o que pode fazer com que o valor seja um pouco alto. Ao mesmo tempo, há aquelas mais comuns e baratinhas, que podem ser levadas para casa de lembrança.
“Aqui sempre está movimento. É incrível como as pessoas gostam de rendas cearenses. As mulheres, principalmente. Nos procuram muito para realizar roupas, artigos de casa e também de decoração. Por dia, acredito que vendemos cerca de 40, 50 peças do tipo. O que mais sai são artigos de moda”, afirma Terezinha de Jesus, comerciante e artesã há 26 anos.

Como chegar
Quem tem carro, pode seguir pela CE-040 e se orientar pelas placas de sinalização que há em toda a via. Dessa forma, você chegará ao ponto certo da Prainha que deseja ficar. Aos que dependem de ônibus, há duas maneiras de chegar ao litoral. A primeira é partindo da Rodoviária de Fortaleza, com viagens que duram, em média, 1 hora. A segunda forma é optar pelo terminal que fica na Avenida Domingos Olímpio, com passagens mais baratas. Porém, os veículos não têm o conforto daqueles que fazem linhas interurbanas.
Também há a possibilidade de encontrar vans que fazem o trajeto a partir da Avenida Beira Mar. Nesse caso, o passeio é atrativo apenas para pessoas que desejam ir e voltar da praia no mesmo dia.

O maior do País
O turismo no Ceará mostrou força alcançando o melhor crescimento no índice de atividades turísticas no Brasil. O avanço registrado na passagem de dezembro para janeiro de 2024 foi de 11,9%, de acordo com dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), divulgada na sexta-feira (15). Os números conquistados pelo Estado são bem diferentes do cenário nacional. De acordo com a PMS, o percentual registrado em todo o país teve queda de 0,8%.
Na avaliação da secretária do Turismo do Ceará, Yrwana Albuquerque, o resultado mostra a força do Estado para o segmento. “Somos um destino com forte vocação para atividade turística. Isso representa que o setor concentra importante impacto na economia. Os resultados positivos alcançados se traduzem em ganho para todos”, celebra.
Apenas quatro dos 12 locais pesquisados acompanharam o movimento de retração verificado na atividade turística nacional (-0,8%). As influências negativas mais relevantes ficaram com Rio de Janeiro (-5,7%), Rio Grande do Sul (-6,2%) e Santa Catarina (-11%). Já no sentido oposto, Ceará (11,9%), Bahia (2,7%), São Paulo (0,3%) e Minas Gerais (11%) registraram os principais avanços em termos regionais.

Por Ismael Azevedo

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com