32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Geral

Protesto de servidores do Detran tem embate com a polícia

terça-feira, 23 de abril 2024

Na manhã desta segunda-feira, 22, os servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), que estão em greve há mais de 20 dias, se envolveram em um conflito com o Batalhão de Choque da Polícia Militar (PMCE). A situação aconteceu durante um protesto que estava ocorrendo em frente a Arena Castelão, em Fortaleza, e terminou com um dos manifestantes detido por desobediência.
De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores na Área de Trânsito do Estado do Ceará (Sindetran-CE), o ato visava denunciar a contratação temporária de vistoriadores para atuarem como substitutos dos fiscais do Detran, uma vez que a categoria está em greve por melhores condições de trabalho e pela reestruturação das tabelas salariais. “A manifestação foi interrompida por uma ação policial do Batalhão de Choque”, afirmou a entidade em nota, acrescentando que os policiais teriam utilizado força física e spray de pimenta para dispersar os servidores que estavam no local. “A vistoria que está sendo realizada na Arena Castelão trata-se de uma atividade irregular, conforme estabelecido pela resolução 941 do Contran. Diante disso, a ação sindical dos servidores estava respaldada legalmente, tanto que o Sindetran irá pedir anulação das vistorias na Justiça”, defendeu o sindicato.
Procurada pela reportagem, a PMCE informou que as equipes foram acionadas para realizar a desobstrução de uma via no bairro Castelão. “Os grevistas fecharam a entrada com cones e em seguida ocuparam a via, impedindo a entrada de servidores que trabalhavam no local, bem como a operação de vistoria veicular do Detran, em um posto avançado que está funcionando no estacionamento interno da Arena Castelão”, detalhou a corporação.
Os policiais argumentaram que foi dada a ordem para desocupação da via, porém, afirmaram que “houve resistência física por parte dos manifestantes, sendo necessário o uso progressivo da força, por meio de instrumento de menor potencial ofensivo (spray de pimenta)”. A PMCE também confirmou que um manifestante de 43 anos foi conduzido para o 16º Distrito Policial, onde foi autuado por desobediência. O homem foi liberado em seguida. “Após a ação da Tropa de Choque a ordem foi reestabelecida e a operação de vistorias veiculares voltou à normalidade. Não houve manifestantes ou policiais feridos”, pontuou a corporação também em nota.
Em um vídeo publicado nas redes sociais, o sindicato classificou a situação como um “ato de violência injustificada” e garantiu que o protesto era pacífico. “Nós estamos aqui para servir à população. Usaram spray de pimenta. Foram excessivos, truculentos […] Cadê a negociação? O governo vai permitir que isso continue assim?”, questiona a coordenadora-geral do Sindetran-CE, Gabriela Mac Dowell, em um dos trechos.
O Detran-CE afirmou que “direcionou o atendimento de vistorias previamente agendadas para o estacionamento da Arena Castelão como forma de assegurar o atendimento à população, considerando a mobilização grevista que está impedindo o acesso às unidades do órgão”. “Entretanto, diante da tentativa de impedir também o acesso e os trabalhos na Arena Castelão, o que representava risco à segurança das pessoas e do patrimônio, foi necessário acionar a Polícia Militar. O Detran-CE ressalta que a Justiça cearense apontou a ilegalidade da greve. Assim, o departamento de trânsito aguarda que os servidores retornem ao trabalho, garantindo assim o pleno funcionamento das unidades e a devida prestação de serviços ao cidadão”, pontuou o departamento.

Por Yasmim Rodrigues

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com