32 C°

quarta-feira, 1 de dezembro de 2021.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Geral

Servidores do IJF iniciam greve na quarta-feira (18)

Servidores do Instituto Dr. José Frota (IJF) iniciam greve por tempo indeterminado no dia 18/06/2014. A greve, que estava prevista para o dia 10 de junho, foi suspensa por decisão judicial a pedido da Prefeitura Municipal de Fortaleza, que alegou que os servidores não haviam feito comunicação da mesma com antecedência de 48h.

A decisão sobre a paralisação foi tomada pela categoria em assembleia geral no dia 13/06. De acordo com a categoria, eles tem procurado há um ano e meio, desde o início do mandato do prefeito Roberto Cláudio (Pros), obter uma negociação efetiva com o governo municipal. Entretanto, até agora, não houve nenhum avanço concreto nas negociações.

Além das questões salariais e de condições de trabalho, a categoria reivindica segurança para funcionários, pacientes e visitantes.

Segundo a categoria, com relação às demandas de natureza salarial e funcional (reajuste, PCCS, jornada de trabalho), a posição da gestão é remeter tudo para as negociações da data-base de 2015, sem oferecer qualquer garantia de que, de fato, atenderá às reivindicações salariais, de melhoria da segurança do hospital e de condições de trabalho dos servidores.

Ainda segundo a categoria, durante a greve, haverá redução de 50% no efetivo do hospital, mas o atendimento a todos os casos de urgência e emergência será garantido.

O IJF é o maior hospital do Ceará e atende a casos de Fortaleza e do interior do estado. A paralisação está marcada para ter início às 9h do dia 18/06 e está sendo mobilizada pelo Sindifort e pela Associação dos Servidores do IJF (ASSIJF).

Principais reivindicações dos servidores do IJF

1. Mudança do Interstício das matrizes salariais de 2% para 5% de acordo com a lei nº 9370, de 22 de abril de 2008 (PCCS Médicos/IJF).

2. Adicional de 40% sobre o vencimento base para os servidores que trabalham em regime de escala de plantão rotativo, inclusive aos sábados, domingos e feriados sem terem redução de jornada para tal fim.

3. Formalizar o final de semana dobrado para os servidores de nível superior (sem repercussão financeira).

4. Estender a gratificação de plantão para todos os servidores que trabalham em regime de escala de plantão (Código 0173).

5. Equiparação da matriz salarial do nível de classificação B do núcleo de práticas especializadas da saúde do IJF à matriz salarial de classificação B do núcleo de apoio à saúde.

6. Alteração das matrizes especiais criada pelo PCCS para enquadramento especial com a finalidade de manutenção de proporcionalidade inicial entre as suas matrizes respectivas.

7. Relotação dos servidores da PMF que encontram-se a disposição do IJF em exercício de funções do quadro efetivo desta instituição.

8. Alteração da jornada de trabalho de 6 (seis) para 8 (oito) horas diárias, de forma opcional, assegurando o acréscimo de 1/3 na remuneração e auxilio refeição, para os servidores do núcleo de apoio à saúde.

9. Cumprimento de acordo de data base do ano de 2012, em especial no que diz respeito a contribuição previdenciária (sem repercussão financeira).

10. Transformação da licença prêmio em pecúnia e liberação quando solicitada.

11. Segurança para servidores, pacientes e visitantes do IJF.

A assessoria do IJF informou a reportagem do Estado ONLINE que só irão informar as medidas após uma confirmação da greve.

DA REDAÇÃO DO ESTADO ONLINE
eduardo@oestadoce.com.br

 

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com