32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Geral

Suspeito é autuado por morte de veterinário em Fortaleza e tem prisão preventiva decretada

domingo, 07 de julho 2024

“problemas de relacionamentos” e “dificuldade de cumprir regras e normas no trabalho” motivaram o crime 

Redação O Estado Online 

Romualdo Sousa Barros, de 36 anos, foi preso em flagrante suspeito de matar o médico veterinário Saul Gaudêncio Neto, de 37 anos. O homem teve a sua prisão preventiva decretada neste sábado (6) em uma audiência de custódia. Durante o julgamento, o juiz Flávio Luiz Peixoto Marques informou que a prisão imediata era necessária devido à “gravidade em concreto da conduta perpetrada, uma vez que o autuado premeditou a ocorrência do grave delito”.

“A gravidade em concreto da conduta atribuída ao flagranteado é bastante elevada, pois há indícios de que praticou o crime de homicídio qualificado, mediante uso de arma de fogo, em plena via pública, com indicativos de motivo fútil , utilizando-se de traição e emboscada, a revelar um maior grau de periculosidade”, disse o juiz.

Saul Gaudêncio foi morto na noite de quinta-feira, 4. À Polícia Civil, Romualdo confessou que que pediu uma carona a Saul e, nas proximidades da avenida Hermenegildo Sá Cavalcante, efetuou os disparos.

Em entrevista coletiva na sexta, o delegado-geral da Polícia Civil, Márcio Gutiérrez, afirmou que Romualdo tinha “problemas de relacionamentos” e “dificuldade de cumprir regras e normas no trabalho”, motivos que teriam levado ao crime.

Saul Galdêncio era médico veterinário e tinha 37 anos / Foto: Reprodução / Facebook

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com