32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Mundo

Biden diz aceitar veredito que condenou filho por posse ilegal de arma

quarta-feira, 12 de junho 2024

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, disse, pouco tempo após o resultado do julgamento de seu filho Hunter Biden ser divulgado nesta terça-feira, 11, que aceita o veredito que o considerou culpado em três acusações de posse ilegal de arma. “Como disse na semana passada, aceitarei o resultado deste caso e continuarei respeitando o processo judicial enquanto Hunter considera um recurso”, declarou o presidente. A Justiça norte-americana entendeu que Hunter Biden violou as leis criadas para impedir que pessoas viciadas em drogas possuíssem armas de fogo.
Anteriormente, o líder dos EUA, que deverá concorrer à reeleição no pleito presidencial de novembro, já havia garantido que não concederá o perdão presidencial ao seu filho. “Eu sou o presidente, mas também sou um pai. Jill e eu amamos nosso filho e estamos muito orgulhosos do homem que ele é hoje”, disse o democrata, ressaltando que busca apoiar o filho em suas lutas, inclusive na superação do vício em substâncias. “Muitas famílias que tiveram entes queridos lutando contra o vício entendem o sentimento de orgulho de ver alguém que você ama sair do outro lado e ser tão forte e resiliente na recuperação”, declarou o presidente. “Jill e eu sempre estaremos lá para Hunter e o resto de nossa família com nosso amor e apoio. Nada mudará isso”, pontuou.
A secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, também já havia deixado claro em dezembro que não havia a possibilidade de que o presidente considerasse perdoar o filho no caso de uma condenação. Durante o julgamento, o filho de Joe Biden se declarou inocente de todas as três acusações. Em audiência em 2023, ele afirmou estar sóbrio desde 2019. Após o veredito, ele comentou que está “mais grato pelo amor e apoio” de sua família do que “desapontado com o resultado”. “A recuperação é possível pela graça de Deus, e sou abençoado por experimentar esse presente um dia de cada vez”, declarou.
Esta é a primeira vez que um familiar imediato de um presidente é considerado culpado de um crime enquanto o mandato de seu pai ainda está ocorrendo. Os crimes pelos quais ele foi condenado, no entanto, ocorreram antes de Biden se tornar responsável pelo comando do Executivo do país. O júri avaliou o caso que resultou da aquisição de um revólver em outubro de 2018, em Delaware. As duas primeiras acusações eram relativas ao fato dele ter mentido sobre o uso de drogas em um formulário de verificação de antecedentes federais. Já a terceira era referente à posse de armas enquanto ainda utilizava drogas ilegais.
O advogado de defesa, Abbe Lowell, argumentou que Hunter não estava usando drogas quando comprou a arma e que não teve intenção de enganar ninguém, porque não se via como um usuário de substâncias ilícitas na época. Lowell garantiu que irá continuar a buscar “vigorosamente todos os recursos disponíveis para Hunter”.
Com a condenação, o filho do presidente dos Estados Unidos pode receber uma sentença de até 25 anos de prisão, além de uma multa de até US$ 750 mil. No entanto, a expectativa é de que ele não receba a pena máxima por ser réu primário. Também não se espera que Hunter Biden seja detido até que a sentença seja emitida.

Eleições
A condenação do filho do presidente já ensejou críticas por parte da oposição ao governo. A campanha de Donald Trump, um forte nome para concorrer contra Biden nas eleições deste ano, afirmou à CNN que o julgamento “não passou de uma distração dos crimes reais da Família do Crime Biden, que arrecadou dezenas de milhões de dólares da China, Rússia e Ucrânia”.
É importante ressaltar que não há evidências de que o atual presidente dos EUA tenha recebido dinheiro da China ou que tenha enriquecido de alguma forma com os negócios do filho no exterior. “O reinado do corrupto Joe Biden sobre o Império Criminoso da Família Biden chegará ao fim em 5 de novembro, e nunca mais um Biden venderá acesso governamental para lucro pessoal”, dizia o texto, citando a data da próxima votação presidencial.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com