32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Mundo

EUA vão retirar limite de envio de armas a Israel, diz Netanyahu

quarta-feira, 19 de junho 2024

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou nesta terça-feira, 18, que o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, informou que o governo de Joe Biden estaria trabalhando intensamente para retirar as limitações que foram impostas quanto ao envio de armas para Israel. Netanyahu e Blinken se encontraram na última semana, ocasião na qual o premiê expressou ao representante americano o apreço que tem pelo apoio que o país tem prestado no contexto da guerra que está sendo travada contra o grupo radical islâmico Hamas, em Gaza.
No entanto, no mesmo momento, o israelense teria dito ao secretário que era “inconcebível” o fato de que, nos últimos meses, os norte-americanos estivessem retendo armas e munições para seu território. Blinken, então, teria afirmado que o governo trabalha “dia e noite” para solucionar a questão. “Eu certamente espero que seja esse o caso. Deve ser o caso. Dê-nos as ferramentas e terminaremos o trabalho muito mais rápido”, disse Netanyahu.
O secretário de Estado foi questionado sobre o assunto durante uma coletiva de imprensa em Washington, mas se recusou a confirmar se havia dado qualquer tipo de garantia ao líder de Israel. Blinken revelou, contudo, que o governo dos Estados Unidos (EUA) ainda está analisando a possibilidade de enviar uma remessa de grandes bombas para o país aliado em decorrência de preocupações sobre a eventual utilização dos equipamentos em áreas densamente povoadas, como Rafah.
De acordo com ele, outras remessas de armas estão sendo enviadas normalmente. O diplomata dos EUA lembrou que Joe Biden deixou claro que garantiria a Israel tudo o que fosse necessário para se defender. “Todo o resto está se movendo como normalmente se moveria, e novamente com a perspectiva de garantir que Israel tenha o que precisa para se defender contra essa multiplicidade de desafios”, pontuou, citando instabilidades que vão além do conflito em Gaza, como as ameaças relacionadas com o Hezbollah e com o Irã.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com