32 C°

terça-feira, 30 de novembro de 2021.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Mundo

Impasse: Israel concede cidadania a 4 mil palestinos

Israel anunciou, nesta terça-feira (19), a legalização do status de 4.000 palestinos sem documentos na Cisjordânia. A ação, descrita pelo ministro da Defesa, Benny Gantz, como um “gesto humanitário”, ocorre após uma década sem que nenhum dos milhares de pedidos fosse autorizado pelo governo israelense. A decisão abrange solicitações de 2.800 ex-moradores da Faixa de Gaza que deixaram o enclave depois que o território foi tomado em 2007 pelo Hamas, grupo militante islâmico considerado terrorista por Israel.

Com o novo status, eles serão autorizados a viver na Cisjordânia. Outros 1.200 palestinos, em sua maioria cônjuges e filhos de residentes com documentação já regularizada, também receberão suas próprias carteiras de identidade –o que, na prática, significa que terão sua legitimidade como cidadãos reconhecida pelo Estado israelense.

Ramallah, sede do Executivo palestino, não tem autorização para emitir documentos de identidade sem autorização de Israel. Há décadas essa limitação restringe severamente a mobilidade dos palestinos e os obriga a viver sob constante ameaça de deportação. Mesmo os cônjuges e filhos de pessoas em situação regular são considerados imigrantes na ilegalidade. Eles não podem abrir uma conta em um banco palestino, por exemplo, nem trabalhar com algum tipo de registro formal.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com