32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Mundo

OMS alerta para risco de propagação de gripe aviária fora dos Estados Unidos

terça-feira, 30 de abril 2024

Um representante da Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou, nesta terça-feira, 30, que o vírus da gripe aviária, H5N1, pode se espalhar e contaminar vacas em outros países além dos Estados Unidos (EUA). Tal propagação estaria relacionada com a movimentação realizada por aves migratórias. Internamente, as autoridades norte-americanas ainda estão tentando verificar a segurança de produtos como o leite e a carne, uma vez que o vírus foi confirmado em 34 rebanhos de gado leiteiro em nove estados desde o final de março.
“Com o vírus transportado ao redor do mundo por aves migratórias, certamente há um risco de que vacas em outros países sejam infectadas”, ressaltou o chefe do Programa Global de Influenza da OMS, Wenqing Zhang, durante uma coletiva de imprensa em Genebra. De acordo com ele, a agência das Nações Unidas continua considerando como baixo o risco geral à saúde pública, porém, é necessário vigilância.
No estado norte-americano do Texas, uma pessoa já teve o diagnóstico de gripe aviária confirmado. Na coletiva de imprensa, Zhang avaliou a transparência do governo dos Estados Unidos e disse que a OMS tem recebido atualizações regulares. Além disso, ele elogiou a decisão de compartilhar a sequência genética do vírus. “Acho que a colaboração com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA e as informações que recebemos até agora nos permitem monitorar a situação e atualizar as medidas de preparação”, declarou.
Mesmo sem certeza sobre tal forma de transmissão, a OMS desaconselhou recentemente o consumo de leite fresco depois que a agência reguladora de alimentos e medicamentos dos Estados Unidos (FDA) anunciou ter encontrado fragmentos do vírus da gripe aviária em amostras de leite. “Muitos patógenos zoonóticos perigosos podem ser transmitidos através do leite não pasteurizado, e a FAO e a OMS aconselham vivamente o consumo apenas de leite pasteurizado e evitar o consumo de leite cru”, disse a agência da ONU em um comunicado publicado na última sexta-feira, 26.
É importante ressaltar, porém, que o vírus da gripe aviária H5N1 não foi encontrado pela FDA em amostras de leite coletadas do comércio varejista, o que indica que “o fornecimento comercial de leite é seguro”, segundo a autoridade reguladora. A recomendação da OMS para as pessoas que estejam em contato com vacas infectadas pelo vírus, é de que utilizem equipamentos de proteção individual e redobrem os cuidados com a higiene pessoal.
Brasil
De acordo com informações do Ministério da Agricultura e Pecuária, a influenza aviária “é uma doença viral altamente contagiosa que afeta várias espécies de aves domésticas e silvestres” e, ocasionalmente, também pode vir a acometer mamíferos como ratos, gatos, cães, cavalos, suínos e o próprio homem. Em maio de 2023, o Brasil detectou tal enfermidade pela primeira vez em aves silvestres, porém, continua sendo considerado uma zona livre do vírus para o comércio. Conforme a pasta, a doença tem distribuição mundial e ocorre em ciclos pandêmicos ao longo dos anos.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com