32 C°

quinta-feira, 5 de agosto de 2021.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Mundo

Sob pressão da variante delta, Inglaterra adia fim das restrições contra covid

terça-feira, 15 de junho 2021

“A hora é de tirar o pé do acelerador”, disse o premiê britânico, Boris Johnson, ao anunciar nesta segunda (14) que a retirada final de restrições contra Covid-19 não acontecerá mais em 21 de junho, como previsto. O motivo é preocupação com o crescimento da variante delta, identificada primeiramente na Índia, e falta de evidências completas sobre seu impacto. Boris afirmou que o número de novos casos de Covid-19 no país creseu 64% na última semana e chegou a dobrar nas regiões mais afetadas, e as hospitalizações se aceleraram, crescendo cerca de 50% na última semana. Segundo ele, antes de retirar todas as restrições é preciso acelerar a vacinação e avaliar a tendência dos dados nas próximas semanas.


A variante delta se tornou a principal na Inglaterra, mudando os parâmetros para avaliação de risco, segundo o diretor-médico, Chris Witty. A próxima data possível para a abertura é 19 de julho. Boris manteve porém alguns relaxamentos, como a permissão para casamentos com mais de 30 convidados, a partir de 21 de junho. Especialistas concordaram com o adiamento, por enxergarem riscos nos dados atuais. “A chegada da variante delta mudou a avaliação dos riscos de reabertura: é mais transmissível, causa doenças mais graves e as vacinas são menos eficazes contra ela”, afirmou Mark Woolhouse, professor de epidemiologia da Universidade de Edimburgo.
Apesar do sucesso na campanha de vacinação britânica, só um terço da população está completamente protegido contra a variante delta –levando em conta o número de doses já aplicadas e a eficácia de cada vacina contra essa mutação do Sars-Cov-2.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com