32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Nacional

Aeroporto de Porto Alegre deve ser reaberto apenas em dezembro

terça-feira, 04 de junho 2024

O Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, não deve retomar as operações antes da segunda metade de dezembro deste ano.
A previsão foi dada pela concessionária Fraport durante encontro com representantes do governo federal e deputados gaúchos.
O aeroporto completou um mês fechado em decorrência da enchente do lago Guaíba. A vistoria, realizada pela manhã, contou com a presença do ministro Paulo Pimenta, da Secretaria Extraordinária de Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul, de técnicos da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e da presidente da Fraport Brasil, Andreea Pal.
A água já baixou na área interna, mas alguns pontos externos e ruas de acesso ainda estão alagados.
Ontem foi iniciado o processo de varredura e limpeza das pistas, pátios e taxiways (faixas de trânsito de aeronaves) para retirada de sujeira e entulho.
Os testes devem durar aproximadamente 45 dias, a depender também das condições climáticas, e a avaliação dos impactos da enchente na estrutura do aeroporto e da pista deve ser concluída em julho.
Segundo a Fraport, ainda não é possível detalhar o valor total do prejuízo causado pela inundação, nem quais equipamentos vão precisar de reparo ou substituição. Em visita ao aeroporto no dia 29, o ministro dos Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho (Republicanos), disse que toda a parte de esteiras do primeiro pavimento foi danificada pela água.
A Fraport não tinha um prazo determinado para a reabertura do aeroporto, mas a expectativa anterior era de que os voos não seriam retomados antes de agosto.
De acordo com a Anac, a Fraport solicitou um estudo de reequilíbrio econômico-financeiro do contrato do Salgado Filho. O alagamento é considerado pela empresa algo fora da previsão contratual.
“É preciso que a concessionária avance na discussão com a Anac, com o Ministério dos Portos e Aeroportos e da AGU [Advocacia-Geral da União], no sentido de restabelecer o equilíbrio do contrato da concessão, mas isso não pode ser um impeditivo para que o trabalho seja acelerado”, disse o ministro Paulo Pimenta.
Em 30 dias de fechamento, o aeroporto de Porto Alegre deixou de receber cerca de 4.200 viagens.
Enquanto as atividades do Salgado Filho continuam paralisadas, a base aérea militar de Canoas passou a receber voos comerciais temporariamente. O aeroporto de Florianópolis também tem recebido mais voos, com uma conexão de ônibus até a cidade de Osório, no litoral norte gaúcho.
Outros aeroportos do interior do Rio Grande do Sul, como Caxias do Sul, Santo Ângelo e Uruguaiana são estudados como alternativas regionais.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com