32 C°

quinta-feira, 30 de junho de 2022.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Nacional

Bolsistas reivindicam prorrogação de bolsas e estudo de impactos da covid

quinta-feira, 18 de fevereiro 2021

FOTO DIVULGAÇÃO

Bolsistas da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) estão descontentes com as medidas tomadas pela instituição para mitigar os impactos da pandemia de Covid-19 em suas pesquisas. A Fapesp é a responsável pela maior parte do financiamento de pesquisa no Brasil. Além da concessão de bolsas e auxílio à pesquisa na pós-graduação, o órgão também financia grandes projetos de infraestrutura no país.


Saiu dos cofres da fundação o recurso para erguer o maior acelerador de partículas da América Latina, o Sirius, em Campinas. Também recebeu financiamento da fundação o navio oceanográfico Alpha Crucis, do Instituto Oceanográfico da USP (Universidade de São Paulo), em 2012. Em uma carta que será enviada ao conselho superior da fundação e cuja Folha teve acesso, os pesquisadores bolsistas reclamam da curta prorrogação dada à concessão das bolsas de estudo durante a pandemia, de apenas dois meses além do prazo estipulado.


O grupo que diz representar ao menos cem pesquisadores de todas as áreas da ciência defende que a fundação estenda para mais um ano o benefício aos bolsistas afetados pela pandemia. “A extensão de dois meses no período das bolsas estipulado no início da pandemia está, atualmente, desatualizada, pois os problemas relativos às dinâmicas sociais advindas do isolamento social tiveram a duração de, no mínimo, 12 meses”, segundo trecho da carta.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com