32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Nacional

Caso Marielle: morte da vereadora ocorreu para proteger interesses de milícias, conclui PGR

sexta-feira, 10 de maio 2024

A Procuradoria-Geral da República apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF), na última quinta (9), uma denúncia contra os irmãos Brazão. Os dois são acusados de serem os mandantes da morte da vereadora Marielle Franco (Psol) e do motorista Anderson Gomes. Na denúncia, a PGR concluiu que o assassinato foi executado para proteger interesses econômicos de milícias e desencorajar atos de oposição política.

Foto: Reprodução

Ainda no início da noite de quinta (9), o ministro Alexandre de Moraes, relator do caso, retirou o sigilo do documento. Durante as investigações, o ex-policial Ronnie Lessa assinou acordo de delação premiada e assumiu ter cometido os assassinatos.⁠  De acordo com a PGR, o assassinato ocorreu por motivo torpe e mediante emboscada para dificultar a defesa de Marielle e Anderson.

“As três infrações foram praticadas mediante emboscada e com o emprego de recurso que dificultou a defesa dos ofendidos. A rotina das vítimas foi estudada, a perseguição foi silenciosa e o ataque, em via pública, repentino. Marielle foi atingida por quatro disparos de arma de fogo na cabeça e Anderson, por três disparos nas costas, dificultando qualquer reação defensiva”, escreveu a procuradoria.

No documento, também é apontado que o trabalho de Marielle a favor da regularização de terras para pessoas de menor renda provocou animosidade com o grupo dos irmãos Brazão. As áreas estavam em terrenos dominados por milícias no Rio de Janeiro. 

“Marielle se tornou, portanto, a principal opositora e o mais ativo símbolo da resistência aos interesses econômicos dos irmãos. Matá-la significava eliminar de vez o obstáculo e, ao mesmo tempo, dissuadir outros políticos do grupo de oposição a imitar-lhe a postura”, afirmou a PGR.

Mais conteúdo sobre:

Caso Marielle Irmãos Brazão Marielle e Anderson

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com