32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Nacional

Dantas: Fortes vínculos com o DEM

quarta-feira, 09 de julho 2008

O monitoramento do banqueiro Daniel Dantas pela Operação Satiagraha, da Polícia Federal, acabou revelando à investigação fortes vínculos políticos do dono do Banco Opportunity com parlamentares de todos os partidos, mas o interlocutor mais freqüente seria um senador do DEM, considerado um dos %u201Cgenerais da oposição%u201D ao governo Lula. Ele parece não ter sido envolvido no caso, até agora, para evitar o %u201Cforo privilegiado%u201D.


Serelepe


A líder do PT, senadora Ideli Salvatti, estava saltitando de alegria, ontem, no Senado, após a prisão do dono do Banco Opportunity, Daniel Dantas.


Ex-sócia


Verônica Dantas, irmã de Daniel Dantas, detida pela PF, foi sócia de Verônica Serra, filha do governador tucano de São Paulo.


Tem mais


Policiais federais afirmam que as prisões e os mandados de busca e apreensão de ontem revelaram apenas %u201Ca ponta do iceberg%u201D.


Alceni vai sair


O ex-ministro Alceni Guerra resolveu deixar o cargo de secretário do governo do DF. Ele voltará a ser deputado federal a partir de sexta-feira.


%u201CTem muita coisa que ainda vai acontecer%u201D


O ex-relator da CPI dos Correios, que investigou Daniel Dantas, deputado Osmar Serraglio


Estava escrito: ele ia %u2018dançar%u2019


A sorte do banqueiro Daniel Dantas foi selada em maio de 2006 com a divulgação de documentos em uma revista, atribuídos a ele, de supostas contas no exterior mantidas pelo presidente Lula e alguns ministros, como Márcio Thomaz Bastos e Antônio Palocci, além do então diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Lacerda, honestíssimo. Os documentos eram toscos, caíram no esquecimento; só não no das vítimas da trama.


Banco imobiliário


Com as prisões de ontem, o ex-banqueiro Salvatore Cacciola terá companhia para jogar banco imobiliário. 


Importado


O Itamaraty e o Instituto Rio Branco vão gastar de R$ 2.287.884,54 em serviços de limpeza e conservação. O desinfetante deve falar francês.


Infalível


Etilômetro, bafômetro, que nada. Sai de graça fazer o velho teste do %u201Cfaz um quatro aí%u201D.


Negócio da Noruega


A Petrobras vai pagar US$ 1,1 bilhão em seis anos para alugar uma plataforma fabricada pela Noruega que custa US$700 milhões. A estatal explica que o preço do aluguel %u201Cinclui a inflação%u201D.


Tripartido


O PMDB na Câmara está dividido. Há o grupo carioca, o mineiro e os independentes. Mas uma coisa é certa: ninguém quer ficar ao lado do deputado João Magalhães (MG), investigado pela Polícia Federal.


Bafômetro gaúcho


Apesar de a Policia Rodoviária Federal garantir que pagou o menor preço possível no Brasil pelo %u201Cetilômetro%u201D Alco-sensor IV (quase R$ 7 mil), o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem do Rio Grande do Sul comprou o mesmo aparelho por R$ 2,7 mil. No site Ebay sai por US$ 150.


Apelido carinhoso


O sucesso da %u201Cmulher melancia%u201D e %u201Cmulher moranguinho%u201D ensejou um novo apelido para a governadora do Pará, Ana Julia Carepa (PT). Os eleitores, cansados de escândalos e mortes, chamam-na de %u201Cmulher abacaxi%u201D.


Viúva Porcina


O Ministério Público na Bahia que acabar com a farra das viúvas e ex-companheiras de ex-prefeitos de Jaguaripe, que há dezessete anos recebem pensão mensal criada em 1989 pelos vivíssimos maridos.


Vela gelada


O bi-campeão olímpico de vela, Robert Scheidt, foi uma escolha pessoal do presidente Lula para ser porta-bandeiras da  delegação brasileira nas Olimpíadas de Pequim. Te cuida Scheidt…


Cópia-pirata


O futuro secretário de Comunicação do presidente eleito do Paraguai, Augusto dos Santos, garantiu ao jornal ABC que não vai regular o trabalho da imprensa, mas admitiu criar uma TV estatal, a TVLugo.


Pensando bem…


… no Rio, quem corre da polícia não são os bandidos, mas os indefesos.


Poder sem pudor


Grana é a solução


Ao assumir o governo de Minas Gerais, em 1947, Milton Campos soube pelo seu chefe de gabinete que os funcionários estaduais em Juiz de Fora decretaram greve, reclamando de salários em atraso, e até ameaçavam destruir as repartições. O assessor queria instruções:


– Devemos enviar um vagão cheio de soldados, governador?


Milton Campos respondeu:


– Em vez de soldados, vamos mandar um vagão com dinheiro.


 

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com