32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Nacional

Governo vê greve dos servidores ambientais ilegal e pede suspensão

quinta-feira, 04 de julho 2024

A Advocacia Geral da União (AGU) pediu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a suspensão da greve dos servidores públicos ambientais, que reivindicam melhores condições de trabalho e reajuste salarial. A ação é em nome do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A AGU vê a greve como ilegal e abusiva, por não cumprir os requisitos ou extrapolar os limites previstos na legislação.
O órgão pede na Justiça “a suspensão da greve, com imediato retorno dos servidores às suas funções” ou ao menos a determinação para que a categoria mantenha 100% do atendimento dos serviços considerados essenciais, sob multa diária de R$ 50 mil em ambos os casos.

Em nota, a Ascema Nacional (associação dos servidores ambientais) afirmou que a mobilização é legal e que o governo adota uma postura intransigente, “inflexível, injustificada e até mesmo persecutória” e que “vemos mais uma vez a incoerência entre o discurso e a prática deste governo, já há poucos dias o próprio presidente Lula disse: ‘Nós vamos negociar com todas as categorias. Ninguém será punido neste país por fazer uma greve. Eu nasci fazendo greve. É um direito legítimo’”.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com