32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Nacional

Pacto irá redefinir o papel do TCU

quinta-feira, 24 de julho 2008

O governo Lula, por meio do Ministério da Justiça, articula o que chama reservadamente de Pacto Republicano para o Judiciário, com o Supremo Tribunal Federal e o Conselho Nacional de Justiça. O governo não quer interferir na Justiça, mas ajudar a desafogá-la. O pacto irá dispor sobre as competências do Tribunal de Contas da União: o STF está abarrotado de mandados de segurança contra o TCU, sendo a maioria concedida.


Mea culpa…


Lula vai propor um projeto de lei admitindo a culpa do Estado brasileiro na destruição do prédio da UNE, no Rio, e indenizando a entidade.


…rende um troco


A indenização do governo viabilizará a nova sede da União Nacional dos Estudantes, na Praia do Flamengo, projetada por Oscar Niemeyer.


Zuzo bem


Grande baile, sexta, festeja em Brasília os 80 anos da Polícia Rodoviária Federal com policiais de todo o país. Terá bebida. E bafômetro na saída?


 


O Estado é responsável pela dignidade de todo e qualquer preso


Deputado Raul Jungmann (PPS-PE), autor de projeto que pune o abuso de autoridade


 


MEC: acordo a fórceps com Sistema S


A persistência do ministro Fernando Haddad (Educação) garantiu o acordo pelo qual o Sistema S concederá gratuidade a dois terços das vagas de cursos profissionalizantes no Sesi, Senai, Sesc, Senac, etc, mantidos com dinheiro público e o imposto sindical. Não foi fácil.  Armando Monteiro, presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), liderou a resistência do setor mais atrasado do Sistema S


Na marra


O %u201CSistema S%u201D (S de sanguessugas?) terá em 2008 mais de R$ 8 bilhões públicos, mas agora será obrigado a investir R$ 4 bilhões em educação.


S de sem-empresa


O vitorioso empresário Jorge Gerdau, bem humorado, disse no MEC que Sistema S designa empresários Sem empresas. Na mosca.


Vergonha


A CNI reduziu de 90% para 45% as vagas gratuitas em seus cursos. A Confederação do Comércio (CNC) era pior: todos os cursos eram pagos. 


Esse já era


A tendência da Assembléia Legislativa do Rio, apesar do lobby do baixo clero, é cassar o deputado Natalino Guimarães (DEM), aquele que trocou tiros com a polícia, foi preso e ainda se diz %u201Cperseguido político%u201D.


Espécie e extinção


O Ministério Público em Pernambuco pediu a extinção da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento (Fade), de Alexandre Rands, irmão do líder do PT na Câmara, Maurício Rands, e ligado à Universidade Federal de Pernambuco. Para o MP, a Fade é uma máquina de fraudar licitações.


Os párias do Brasil


A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados aderiu à luta do Fórum Brasileiro de Direitos Humanos na denúncia à Corte Interamericana em favor de aposentados e pensionistas do INSS. 


Só carrões


Entre os políticos com carrões, em Brasília, destacam-se três senadores: Agripino Maia (DEM-RN), Marcelo Crivella (PRB-RJ) e Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo, dono de um Jaguar, digamos, humilhante.


Ficha suja


O prefeito de Arroio do Sal (RS), João Luiz da Rocha, já teve sua candidatura à reeleição impugnada pelo Ministério Público. Em 2006, ele foi condenado por fraudar licitação em favor de uma construtora.


Reengenharia


Nuge é a estranha sigla de um certo %u201CNúcleo de Gestão Estratégica%u201D, criado pelo advogado-geral da União, ministro José Antônio Dias Toffoli, para gerir os riscos e oportunidades no âmbito da AGU  e a apreciar contratação de consultoria na área de gestão e planejamento estratégico.


Beleza pura


Felizes os contribuintes de Pontes e Lacerda (MT): após comprar 300 mil remédios para o coração, o prefeito Newton Miotto (PP) cuida da beleza deles: 550 mil escovas de dente infantis, dez mil estojos de maquiagem, 2 mil chapinhas alisadoras, 2 mil secadores e 100 mil esmaltes de unha.


O que é isso, meu rei?


Estranho o comercial de tevê estrelado pelo craque Pelé, sobre o analgésico Mirador. O rei dá uma braçada discreta para afastar a bonita atriz ao lado, que se apóia no seu ombro. A cena é hilariante.


Pensando bem…


…de uma Operação Sagatiba a turma do churrasco domingueiro de Lula não escaparia.


PODER SEM PUDOR


Aos trancos e barrancos


José Serra aprendeu na marra as artes da política, ou seja, a ser menos Serra. No governo FHC, Geddel Vieira Lima era o líder do PMDB. Estava de viagem marcada para o exterior e recebeu um telefonema dele:


– Geddel, você vai viajar? Mas amanhã temos uma votação importantíssima, da CPMF, e você é um voto!…


– Olha, Serra %u2013 fulminou Geddel %u2013  Vamos deixar claro uma coisa: um voto coisa nenhuma, são cem votos. Sou o líder. E a bancada vai votar com o governo.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com