32 C°

terça-feira, 30 de novembro de 2021.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Nacional

Supermercados: segurança para evitar furto de carne

O que antes era reservado a produtos como uísques e pacotes de cigarros chegou também aos alimentos, principalmente às carnes. Sensores, alarmes e embalagens vazias estão sendo adotadas por redes de supermercados na tentativa de conter furtos ou o abandono de produtos antes do pagamento.

A prática, segundo o Procon-SP, não é ilegal, mas pode ser considerada discriminatória quando é adotada sem critério -por exemplo, em apenas algumas unidades, ou em determinados bairros.

Nesta terça-feira (19), o órgão de defesa do consumidor paulista informou que vai multar uma unidade da rede Extra do Jardim Ângela, na zona sul de São Paulo, que estava entregando bandejas vazias a quem pedia carne porcionada no açougue. O valor da sanção ainda não foi definido.

A embalagem de isopor era etiquetada e o cliente só poderia pegar o produto depois que a compra fosse concluída -e paga. O relato foi feito pela produtora cultural Fabiana Ivo, que compartilhou sua experiência de compra em uma rede social.

“Isso é uma afronta a toda a população das quebradas, duvido que o mesmo aconteça no Extra do Morumbi”, escreveu, em referência ao bairro de alto padrão na zona oeste da capital paulista. O caso foi contado na segunda-feira (18) pelo colunista do UOL Rodrigo Ratier.

Inaceitável
“É inaceitável [a existência de] critérios de discriminação em razão do local. Se em outros estabelecimentos ou em outros bairros não existe esse tipo de exigência, não se justifica que a população do Jardim Ângela seja submetida a um vexame”, diz Fernando Capez, diretor-executivo do Procon-SP. A rede Extra diz em nota que a adoção da medida não faz parte da política de atendimento das lojas e considerou a prática uma falha interna.


“Desde que teve conhecimento dos relatos, a rede tem tomado providências para que a prática seja imediatamente descontinuada, reforçando com todo o time das lojas, inclusive, as orientações com respeito às normas e procedimentos operacionais autorizados pela empresa, para que tais fatos não voltem a ocorrer”, afirma a empresa, que faz parte do Grupo Pão de Açúcar.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com