32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Opinião

A vitória do bom senso

quarta-feira, 17 de setembro 2008

O secretário René Barreira, da Ciência e Tecnologia, esteve na semana passada em Sobral, tratando da polêmica proposta de seis cursos da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) para o Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet). A proposta fora apresentada ao Governo do Estado pelo presidente do Cefet, professor Cláudio Ricardo Gomes de Lima e seria submetida à consulta dos professores e toda comunidade acadêmica.

Sensível ao estado de ânimo que se estendeu das salas de aula da Universidade para comunidade da Princesa do Norte, o secretário René Barreira decidiu não mais efetuar a consulta, pois estaria causando mal-estar na academia, e levar ao governador Cid Gomes uma nova proposta, a do compartilhamento.

A vinda do Cefet foi uma vitória de Sobral, como já fora a instalação do campus avançado da UFC. É uma forma de chegar investimentos federais no segmento do ensino superior. Os recursos são escassos, e serão sempre bem-vindos.

A recente história de Sobral, cujos movimentos políticos econômicos e sociais resgataram a auto-estima de seu povo, é a história das parcerias. Um tripé institucional, baseado na Prefeitura, UVA e Diocese, serviu de alavanca para impulsionar o desenvolvimento da cidade. A conseqüência disso foi o sucesso da gestão dos oito anos do então prefeito Cid Gomes.

Mobilidade acadêmica foi a expressão cunhada pelo professor René Barreira para propiciar um amplo convênio para o compartilhamento dos equipamentos do Campus da Cidao. O diretor do Cefet, de imediato abraçou a nova proposta e disse que trabalharia, a partir dali a favor da integração. Ele adiantou que o MEC jamais vai se opor ao uso compartilhado da área.

Com a chegada do Cefet a Sobral, o Campus da Cidao vai ganhar melhoramentos, como construção de biblioteca, novo bloco de salas de aula, quadra poliesportiva, 100 computadores e microônibus. Essas melhorias, pela proposta do compartilhamento, beneficiarão os alunos da UVA. Assim como os equipamentos já existentes estarão à disposição dos alunos do Cefet.

Foi realmente a vitória do bom senso, pois chegamos a um ponto em que todos se beneficiam, não só a comunidade acadêmica, mas toda a sociedade da zona norte cearense. Há vários fatores que concorrem para o compartilhamento da UVA, UFC e Cefet. A começar pela proximidade das instituições e a identidade de propósitos, no sentido da consolidação e desenvolvimento do ensino superior público e gratuito e de sua interiorização.

Também podemos falar da procedência regional comum da demanda respondida pela oferta de vagas nas instituições, assim com sua unidade cultural regional. Daí se depreende a conveniência da contribuição mútua em prol da difusão regional do ensino superior.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com