32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Opinião

Alegoria da Holofote

quinta-feira, 21 de agosto 2008

O filólogo alemão Erich Auerbach, ao tratar das representações na literatura ocidental, utilizou a alegoria do holofote para definir os limites na percepção de uma determinada realidade. No palco das atividades sociais, as luzes fixadas sobre um ponto definido iluminam algo parcialmente verdadeiro, pois deixam no escuro outros elementos que também constituem essa realidade. Nas propagandas, o público, uma vez exposto a essa técnica, imagina que a porção visualizada corresponde fielmente à totalidade dos eventos, perdendo assim toda e qualquer capacidade de discernimento.
 

Publicada em 1946, no livro Mimesis: A Representação da Realidade na Literatura Ocidental, a definição acima resumida permanece atual para explicar certos acontecimentos recentes. A visita do presidente Lula ao Ceará, por exemplo, foi divulgada, por boa parte da imprensa local, como um “momento histórico”, devido à assinatura do termo de entendimento para a criação de uma Refinaria da Petrobras no Ceará. Na órbita dessa notícia circularam outras anunciando investimentos bilionários, incremento no PIB estadual, geração de empregos e maravilhas sem fim. Nossa imprensa, tal como o público exposto ao truque do holofote, apenas viu uma fração da realidade, justamente a que interessa ao presidente Lula e à sua assessoria de comunicação, deixando de enxergar que o referido anúncio não passou de mais uma promessa feita às vésperas de eleições.
A previsão oficial é de que 120 dias após a assinatura desse termo de entendimento, seja assinado outro documento, o termo de compromisso. Ora, em 2005, Sérgio Gabrielli, presidente da Petrobras, assinou papéis oficiais junto com o então governador Lúcio Alcântara para a viabilizar uma siderúrgica. Posaram todos para fotos e capricharam nos discursos prevendo um futuro de inédita fartura. O empreendimento não vingou, e se ainda sair, será pelas mãos da iniciativa privada. Antes disso, em 2003, o presidente veio ao Ceará para anunciar a recriação da Sudene. Era tudo tão certo que Ciro Gomes chegou a garantir que o novo órgão seria “blindado” contra a corrupção. Não deu em nada.
 

Diante da tantas promessas não cumpridas, seria natural que a imagem de Lula se desgastasse por absoluta falta de credibilidade.

Mas que nada. Uma pesquisa do Ibope revelou que mais de 70% dos cearenses consideram o atual governo um sucesso, e candidatos de variados partidos adulam o presidente para tirar fotos ao seu lado. Sobre isso, o professor Auerbach também tem uma boa explicação.

Para que toda realidade seja totalmente iluminada, é necessário que grupos interessados no restabelecimento da verdade se organizem para expô-la integralmente. Esse deveria ser o papel da imprensa e da oposição. Mas ambos, com honrosas exceções, são coniventes ou se acovardam. O resultado é o surgimento de uma unanimidade que teima em não enxergar o óbvio. E assim Lula segue a prometer um amanhã redentor. www.wanfil.blogueisso.com

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com