32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Opinião

Cidadania de Brasília consolidou vínculo com a capital do país

quarta-feira, 15 de maio 2024

Desde que cheguei a Brasília, em 1975, para cumprir o primeiro mandato de Senador da República, fui aos poucos me familiarizando com a Capital federal, para onde migraram, em definitivo, milhares de cearenses, entre os quais este escriba orgulhosamente se encontra inserido. Confesso que tal vinculação se tornou mais arraigada em 1993, quanto tive a imensa honra de ser homenageado pela Câmara Legislativa do DF, com o título de CIDADÃO HONORÁRIO DE BRASÍLIA, por iniciativa do então deputado distrital SALVIANO GUIMARÃES, na ocasião, recebendo a láurea das mãos do eterno governador dos brasilienses, JOAQUIM DOMINGOS RORIZ. Ao adentrar o recinto daquela Parlamento local, devo dizer que me senti um tanto confortável, já que na condição de último presidente da Comissão do Distrito Federal no Senado, tive o privilégio de presidir a sessão que instalou o Poder Legislativo de Brasília, quando se iniciava a sua primeira legislatura, a 1º de janeiro de 1991. Quanto à aludida cidadania, ainda preservo na memória a participação de inúmeras autoridades ao magno ato solene, inclusive uma comitiva de lideranças políticas e empresariais cearenses, encabeçada pelo doutor JOÃO ALVES DE MELO, atual dirigente de nossa Academia de Administração, à época, presidente do portentoso Banco do Nordeste, estabelecimento ao qual também já tive o privilégio de comandar, no GOVERNO SARNEY, propiciando-me conhecimentos sobre questões econômico-financeiras, que passaram a enobrecer o meu currículo de homem público. Naquele período, o Brasil estava sob a Chefia do saudoso e hábil presidente ITAMAR FRANCO, meu colega no Senado e nas hostes partidárias, a quem a nação brasileira deve o nosso processo de estabilidade econômica, prestes a completar três décadas, em julho vindouro. A proximidade com o grande líder mineiro, talvez tenha sido um dos motivos pelos quais aquela solenidade foi prestigiada por diversos integrantes de sua equipe governamental, que juntamente com autoridades do Congresso e do Judiciário, lotaram o plenário da Câmara Distrital. Neste breve relato, recordo trecho do meu discurso de agradecimentos, quando, com toda a modéstia e sinceridade, disse aos presentes “jamais pensar que as homenagens promovidas pelo Governo e povo brasilienses pudessem assumir a perenidade de um diploma legal”, por isso, oportunamente enfatizo o já mencionado em outros pronunciamentos: “os conterrâneos radicados em Brasília sempre tiveram participação política e social ativa, inclusive na consolidação da nova capital e na aprovação da atual constituição…”. Às novas gerações, assevero convicto e conscientemente, que como cearense-brasiliense, também galardoado com insígnias de várias comunas, estados e/ou instituições, continuo seguindo a vocação daquilo que determina o nosso próprio destino, que é o de levar aos caminhos do mundo um pouco da nossa determinação, a nossa esperança e o nosso labor, sem jamais nos distanciar dos inestimáveis princípios democráticos.

MAURO BENEVIDES
JORNALISTA E
SENADOR-CONSTITUINTE

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com