32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Opinião

Os Desafios da Comunicação na Era Digital: Reflexões sobre o Uso do WhatsApp nas Empresas

segunda-feira, 25 de março 2024

Hoje em dia há muita falha na comunicação no ambiente corporativo. A comunicação está sendo feita de maneira muito rápida, ou seja, as pessoas não estão deixando a comunicação fluir, lendo apenas os primeiros parágrafos e logo tirando conclusões precipitadas.
Essa comunicação ligeira está fazendo com que se crie muito ruído na comunicação. A teoria clássica da comunicação sempre foi que precisamos ter três elementos básicos para haver uma comunicação eficiente: um emissor (quem fala), o canal (por onde a mensagem é transmitida) e o receptor (quem recebe), além, é claro, da mensagem que deve ser bem redigida.
Este é um tema que aprendemos nas aulas do ensino superior. Muitas pessoas, mesmo estudadas, estão cometendo erros grosseiros de comunicação. O erro mais comum é que as pessoas querem falar por um aplicativo de mensagem sem parar, acham que colocar o problema no grupo e pronto, alguém vai tratar. Outro erro frequente é que as pessoas quase nunca prestam atenção no que os outros falam ou escrevem.
A situação piora quando nós nos comunicamos frequentemente através de grupos de WhatsApp. A maioria das empresas acha que ter um grupo para cada assunto vai resolver a comunicação e apressar os processos, mas estão muitas vezes equivocadas.
Os grupos realmente são muito bons, pois a comunicação é mais rápida, mas, ao mesmo tempo, esses grupos têm sido, na maioria das vezes, pontos de discórdia entre a equipe ou até entre a empresa toda.
Não é porque o WhatsApp não é visto como um canal oficial de comunicação que as pessoas vão falar de modo grosseiro e muitas vezes com violência ou ironia.
Essa atitude tem gerado cada vez mais discórdia entre as equipes. Nestes grupos tem prevalecido a linguagem informal, bem como servido para críticas mútuas entre as pessoas. Essas críticas têm sido cada vez mais frequentes, o que muitas não ocorreriam se fosse uma comunicação “olho no olho” onde permite que as pessoas leiam expressões faciais, tom de voz e linguagem corporal.
Por isso, ao fazer parte do grupo de comunicação dentro da empresa, procure ser mais atencioso quando você for escrever ou falar. Muitas vezes, existem pessoas nesse grupo que estão ali para monitorar o tipo de comunicação que é feita entre os integrantes dos próprios grupos.
Eu ainda prefiro me comunicar através de um canal mais formal, como um e-mail, por exemplo. O motivo para isso é que muitas vezes o grupo é configurado para que as mensagens sejam apagadas depois de um determinado tempo, e depois disso é muito difícil consultar, por exemplo, se tem uma dúvida sobre o processo que foi pedido anteriormente.
Sendo assim, ter um grupo de WhatsApp para determinados assuntos é muito bom, mas aconselho que, para certos assuntos, o bom e quase veterano e-mail seja utilizado como uma forma de oficializar a comunicação entre a equipe e os departamentos da empresa.
Sempre é bom refletir sobre o tipo de comunicação que a sua empresa está fazendo, pois os resultados aparecem conforme a maneira como nos comunicamos.

PEDRO PAULO MORALES
GRADUADO EM GESTÃO, ESPECIALISTA EM CONTROLADORIA

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com