32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Opinião

Do âmbito municipal ao nacional, sempre em defesa das causas populares

quarta-feira, 08 de maio 2024

Neste espaço semanal, tenho reportado a uma trajetória política que me permitiu sair da Câmara Municipal de Fortaleza, passando pela Assembleia Legislativa, em quatro mandatos, até chegar ao ápice do Poder Legislativo, como Presidente do Senado e do Congresso Nacional, quando o Brasil vivenciou instantes conturbados de nossa historiografia política. Embora a caminhada haja sido de imensos desafios, as etapas foram alcançadas com o fundamental apoio dos meus coestaduanos, mesmo quando a legenda a qual estou vinculado, há mais de cinco décadas, o MDB, não era regionalmente tão portentosa, como hoje, já que, logo nos primórdios, ficamos sem o Líder maior, JOSÉ MARTINS RODRIGUES, cassado injustamente, com este articulista sucedendo-o na direção regional da agremiação. Na Assembleia, durante quatro legislaturas, o exercício da Presidência coincidiu com o Movimento Revolucionário de 1964, estimulando em mim habilidade para enfrentar obstáculos impostos por Atos Institucionais, limitadores de prerrogativas asseguradas aos parlamentares, alguns, alvos de medidas cujos motivos até hoje se desconhecem. Quando o Presidente HUMBERTO DE ALENCAR CASTELO BRANCO apresentou a Constituição de 1967 e ela passou a vigorar, logo em seguida, o AI-5, de ARTHUR DA COSTA E SILVA, fez retornar o clima de incerteza, num momento ainda mais delicado, que conspurcou mandatos e direitos políticos de lideranças autênticas, como o próprio MARTINS RODRIGUES, para citar apenas a mais expressiva, que era o presidente do partido, em terras cearenses, e condutor dos nossos rumos, tendo-me como Vice, investido em seu lugar, embora sem os méritos que possuía aquele líder insuperável, a quem nunca deixamos de render tributo de profunda admiração e respeito. Não há dúvida, porém, de que a fase da ASSEMBLEIA NACIONAL CONSTITUINTE, entre 1987-88, foram os instantes mais febricitantes de minha vivência parlamentar, quando me vi, ao lado de ULYSSES GUIMARÃES, na condição de 1º Vice-Presidente, num inapagável roteiro histórico, já que, naquele momento, fazíamos o nosso País reconquistar o almejado Estado Democrático de Direito. Senador por 16 anos e deputado federal por igual período, fui eleito, em fevereiro 1991, para Chefia do Poder Legislativo, num período que, repita-se, ultrapassamos circunstâncias delicadas, que exigiram das forças políticas engenho e arte para retomada da normalidade político-institucional. Sem qualquer cabotinismo, acredito que, durante todo esse percurso, nunca deixei de lutar pelos justos interesses dos cearenses e do povo brasileiro, notadamente em tudo o relacionado às questões sociais. Nesse contexto, ninguém pode, mais do que eu, expressar o sentimento do dever cumprido com firmeza e determinação, honrando a confiança de nossa gente, de cujas aspirações me tornei pregoeiro nas tribunas do Estado e do País.

MAURO BENEVIDES
JORNALISTA E
SENADOR-CONSTITUINTE

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com